Eleições dos Conselhos Tutelares ocorre hoje

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 06/10/2019 às 10:58:00

 

Neste domingo (6), os aracajuanos irão às urnas para escolher os 30 novos membros do Conselho Tutelar. Para atender as demandas das eleições, a gestão municipal mobilizou cerca de 400 servidores, para atuar nos seis distritos da capital sergipana, dando todo o suporte necessário e garantir mais um processo eleitoral justo, transparente e democrático.
Os profissionais atuarão como presidentes e mesários das sessões eleitorais e alguns técnicos de informática estarão disponíveis para manusear as urnas em caso de imprevistos. Todos eles foram capacitados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE) sobre as normas de votação para que estejam preparados e atendam toda a população.
Também estarão envolvidos alguns profissionais do Instituto Luciano Barreto Júnior e da Ordem dos Advogados do Brasil de Sergipe (OAB-SE), entidades que possuem representatividade na composição não-governamental do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).  A Guarda Municipal de Aracaju (GMA) fará a segurança da instalação das urnas e de todo o processo eleitoral até o seu encerramento.
De acordo com o vice-presidente do CMDCA, Jhonatan Rabelo, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal da Assistência Social, foi essencial para o custeio das demandas necessárias à organização do pleito.
Jhonatan explica ser preciso que tanto os servidores do município, quanto toda a população estejam envolvidos para cumprir o papel de cidadão e zelar pela garantia dos direitos das crianças e adolescentes.
"A eleição do Conselho Tutelar ainda é vista de forma irrelevante por parte da sociedade, e deveria ser totalmente o contrário. O Conselho Tutelar é um órgão essencial na proteção e garantia dos direitos definidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. Apesar de ser um voto facultativo é de extrema importância que toda a sociedade participe, conheça o seu candidato e vote naquele que o represente e seja atuante no cumprimento dos seus deveres", reforçou.
As urnas estarão abertas das 8h às 17h, em todo a capital sergipana. Para votar, é preciso levar o título de eleitor e um documento oficial com foto. Poderão votar todos as pessoas que estiverem em dia com a Justiça eleitoral. O eleitor só poderá votar em candidatos do seu domicílio eleitoral.
A previsão é para que os 30 novos conselheiros tutelares assumam os cargos a partir de janeiro de 2020.

Neste domingo (6), os aracajuanos irão às urnas para escolher os 30 novos membros do Conselho Tutelar. Para atender as demandas das eleições, a gestão municipal mobilizou cerca de 400 servidores, para atuar nos seis distritos da capital sergipana, dando todo o suporte necessário e garantir mais um processo eleitoral justo, transparente e democrático.
Os profissionais atuarão como presidentes e mesários das sessões eleitorais e alguns técnicos de informática estarão disponíveis para manusear as urnas em caso de imprevistos. Todos eles foram capacitados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE) sobre as normas de votação para que estejam preparados e atendam toda a população.
Também estarão envolvidos alguns profissionais do Instituto Luciano Barreto Júnior e da Ordem dos Advogados do Brasil de Sergipe (OAB-SE), entidades que possuem representatividade na composição não-governamental do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).  A Guarda Municipal de Aracaju (GMA) fará a segurança da instalação das urnas e de todo o processo eleitoral até o seu encerramento.
De acordo com o vice-presidente do CMDCA, Jhonatan Rabelo, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal da Assistência Social, foi essencial para o custeio das demandas necessárias à organização do pleito.
Jhonatan explica ser preciso que tanto os servidores do município, quanto toda a população estejam envolvidos para cumprir o papel de cidadão e zelar pela garantia dos direitos das crianças e adolescentes.
"A eleição do Conselho Tutelar ainda é vista de forma irrelevante por parte da sociedade, e deveria ser totalmente o contrário. O Conselho Tutelar é um órgão essencial na proteção e garantia dos direitos definidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. Apesar de ser um voto facultativo é de extrema importância que toda a sociedade participe, conheça o seu candidato e vote naquele que o represente e seja atuante no cumprimento dos seus deveres", reforçou.
As urnas estarão abertas das 8h às 17h, em todo a capital sergipana. Para votar, é preciso levar o título de eleitor e um documento oficial com foto. Poderão votar todos as pessoas que estiverem em dia com a Justiça eleitoral. O eleitor só poderá votar em candidatos do seu domicílio eleitoral.
A previsão é para que os 30 novos conselheiros tutelares assumam os cargos a partir de janeiro de 2020.