Assalto com perseguição termina em duas mortes

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Objetos apreendidos com os assaltantes
Objetos apreendidos com os assaltantes

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 06/10/2019 às 11:08:00

 

Dois suspeitos de envolvimento em um assalto morreram e outros dois ficaram feridos na madrugada deste sábado, durante uma perseguição de policiais militares do Grupo de Ações Táticas do Interior (Gati). Segundo a Polícia Militar, eles se envolveram em um confronto na BR-235, próximo à entrada de Itabaiana (Agreste). Os suspeitos estavam em um carro Fiat Siena vermelho, que tinha sido roubado na cidade de Rosário do Catete, na BR-101. 
O porta-voz da corporação, Fábio Machado, informou que os suspeitos seguiram na direção de Itabaiana, mas foram serem seguidos por uma equipe do Gati, com base da orientação do sistema de rastreamento instalado no veículo. Ao serem interceptados na 235, os assaltantesreagiram atirando contra os policiais. No confronto que se seguiu, os quatro homens foram baleados, dois deles morreram no local, um foi levado ao Hospital Regional Pedro Garcia Moreno (em Itabaiana) e outro para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse, em Aracaju), onde ficaram internados sob custódia. 
No carro dos suspeitos, a polícia apreendeu dois revólveres, dois capuzes, quatro celulares, munição e uma quantia em dinheiro. Os envolvidos não portavam documentos, mas de acorro com o subcomandante do Gati, capitão Fábio Lemos, eles já eram investigados por outros assaltos cometidos em cidades da região Agreste. 

Dois suspeitos de envolvimento em um assalto morreram e outros dois ficaram feridos na madrugada deste sábado, durante uma perseguição de policiais militares do Grupo de Ações Táticas do Interior (Gati). Segundo a Polícia Militar, eles se envolveram em um confronto na BR-235, próximo à entrada de Itabaiana (Agreste). Os suspeitos estavam em um carro Fiat Siena vermelho, que tinha sido roubado na cidade de Rosário do Catete, na BR-101. 
O porta-voz da corporação, Fábio Machado, informou que os suspeitos seguiram na direção de Itabaiana, mas foram serem seguidos por uma equipe do Gati, com base da orientação do sistema de rastreamento instalado no veículo. Ao serem interceptados na 235, os assaltantesreagiram atirando contra os policiais. No confronto que se seguiu, os quatro homens foram baleados, dois deles morreram no local, um foi levado ao Hospital Regional Pedro Garcia Moreno (em Itabaiana) e outro para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse, em Aracaju), onde ficaram internados sob custódia. 
No carro dos suspeitos, a polícia apreendeu dois revólveres, dois capuzes, quatro celulares, munição e uma quantia em dinheiro. Os envolvidos não portavam documentos, mas de acorro com o subcomandante do Gati, capitão Fábio Lemos, eles já eram investigados por outros assaltos cometidos em cidades da região Agreste.