Governo inicia obra de recuperação da cabeceira da ponte de Riachuelo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/10/2019 às 22:00:00

 

Tiveram início nesta quarta-feira, 09 de outubro, as obras de recuperação da ponte localizada sobre o Rio Sergipe, no município de Riachuelo, danificada após a elevação do nível das águas, provocada pelas fortes chuvas que assolaram o estado no último mês de julho. A estimativa do Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil da Secretaria de Estado da Inclusão Social (Depec/Seit) é que a obra seja concluída até meados de dezembro.
Orçada em R$ 493,911.48, a obra será custeada simultaneamente com recursos federais e do tesouro estadual. Do total, portanto, R$ 251.565,31 são provenientes da Secretaria Nacional de Defesa Civil, e R$ 242.346,17 são oriundos do governo de Sergipe. De acordo com o gerente de engenharia da Defesa Civil, Sgt. Moacir Sena, a chuva levou o aterro da cabeceira da ponte. "Então a obra consiste justamente na reconstrução e proteção do mesmo. A estrutura do restante da ponte não sofreu avarias. Então esperamos que, até o final do ano, a empresa conclua 100% da obra", explica o engenheiro da Defesa Civil.
O diretor da Defesa Civil Estadual, Cel. Alexandre José, afirma que o órgão que irá acompanhar toda a parte técnica e a fiscalização da obra será o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe - DER. "Firmamos termo de cooperação técnica entre os dois órgãos. Enquanto e Depec se responsabilizará pela contratação da empresa e respectivo pagamento, o DER cuidará de fiscalizá-la, conforme a sua expertise", detalha cel. Alexandre.
O recurso federal obtido para a realização da obra da Ponte de Riachuelo foi solicitado pela Defesa Civil Estadual através de Plano Detalhado de Resposta submetido à Secretaria Nacional de Defesa Civil. Do montante solicitado inicialmente (R$ 521.276,62), contudo, foi liberada uma parte. "Não foi o total que solicitamos, mas ficamos muito felizes, tanto pelo que vai representar para a população riachuelense, quanto por essa liberação ser um fato inédito em Sergipe", afirmou o diretor da Defesa Civil Estadual. Para viabilizar a obra, então, o governador Belivaldo Chagas determinou a complementação do valor necessário à sua realização, a partir do tesouro estadual.

Tiveram início nesta quarta-feira, 09 de outubro, as obras de recuperação da ponte localizada sobre o Rio Sergipe, no município de Riachuelo, danificada após a elevação do nível das águas, provocada pelas fortes chuvas que assolaram o estado no último mês de julho. A estimativa do Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil da Secretaria de Estado da Inclusão Social (Depec/Seit) é que a obra seja concluída até meados de dezembro.
Orçada em R$ 493,911.48, a obra será custeada simultaneamente com recursos federais e do tesouro estadual. Do total, portanto, R$ 251.565,31 são provenientes da Secretaria Nacional de Defesa Civil, e R$ 242.346,17 são oriundos do governo de Sergipe. De acordo com o gerente de engenharia da Defesa Civil, Sgt. Moacir Sena, a chuva levou o aterro da cabeceira da ponte. "Então a obra consiste justamente na reconstrução e proteção do mesmo. A estrutura do restante da ponte não sofreu avarias. Então esperamos que, até o final do ano, a empresa conclua 100% da obra", explica o engenheiro da Defesa Civil.
O diretor da Defesa Civil Estadual, Cel. Alexandre José, afirma que o órgão que irá acompanhar toda a parte técnica e a fiscalização da obra será o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe - DER. "Firmamos termo de cooperação técnica entre os dois órgãos. Enquanto e Depec se responsabilizará pela contratação da empresa e respectivo pagamento, o DER cuidará de fiscalizá-la, conforme a sua expertise", detalha cel. Alexandre.
O recurso federal obtido para a realização da obra da Ponte de Riachuelo foi solicitado pela Defesa Civil Estadual através de Plano Detalhado de Resposta submetido à Secretaria Nacional de Defesa Civil. Do montante solicitado inicialmente (R$ 521.276,62), contudo, foi liberada uma parte. "Não foi o total que solicitamos, mas ficamos muito felizes, tanto pelo que vai representar para a população riachuelense, quanto por essa liberação ser um fato inédito em Sergipe", afirmou o diretor da Defesa Civil Estadual. Para viabilizar a obra, então, o governador Belivaldo Chagas determinou a complementação do valor necessário à sua realização, a partir do tesouro estadual.