Morte de vigilante: terceiro suspeito morre em confronto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 10/10/2019 às 22:07:00

 

A polícia anunciou ontem a morte de um terceiro suspeito apontado como envolvido no assassinato do vigilante Mário Sérgio Barbosa Santos, 42 anos, ocorrido em 4 de setembro deste ano na cidade de Capela (Vale do Cotinguiba). O acusado, que tinha 36 anos, morreu ontem à tarde, após entrar em confronto com equipes policiais que tentaram prendê-lo na periferia da cidade. Ele teria reagido à abordagem dos policiais e provocou o confronto armado, no qual foi atingido. 
O suspeito, segundo a polícia, teria sido o mandante da morte de Mário Sérgio, que, segundo a polícia, teria sido atacado por um grupo de traficantes da cidade, por suspeitas de ter sido um colaborador da polícia. O crime chamou a atenção pelos requintes de crueldade, pois o vigilante foi morto a golpes de facão e teve a língua e a mão decepadas pelos infratores. Segundo fontes policiais, o mandante teria pedido a cabeça da vítima como prêmio, o que só não ocorreu porque os bandidos não tiveram tempo e condições para fazê-lo. 
Com ele, a polícia apreendeu um revólver 32. O acusado é ex-presidiário, tendo cumprido pena no Estado de Alagoas por porte ilegal de arma de fogo e violência contra a mulher. Toda a ação contou com a participação dos policiais militares do 9° Batalhão da Polícia Militar (9º BPM), em Carmópolis, dos policiais civis da COPCI e dos policiais civis de Capela.
Outros confrontos - Equipes do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) realizaram uma operação durante o final da tarde dessa quarta-feira (9), no Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro. Durante a ação, foi preso Clean Moraes dos Santos Nascimento, além de armas e drogas apreendidas na localidade. De acordo com as informações policiais, os militares receberam a informação de que um grupo estava aterrorizando as pessoas da localidade com o tráfico de drogas. Foram iniciadas buscas que chegaram até eles. 
Na ação, ao avistar a polícia, eles fugiram em direção a um matagal atirando contra os agentes. Na fuga, dois homens foram atingidos, socorridos, mas morreram logo em seguida. Instantes depois, foi preso Clean, em uma laje. Com eles, foram encontrados um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12; além de drogas como maconha e crack. Também foram localizados seis placas de colete balístico com quatro capas de colete.

A polícia anunciou ontem a morte de um terceiro suspeito apontado como envolvido no assassinato do vigilante Mário Sérgio Barbosa Santos, 42 anos, ocorrido em 4 de setembro deste ano na cidade de Capela (Vale do Cotinguiba). O acusado, que tinha 36 anos, morreu ontem à tarde, após entrar em confronto com equipes policiais que tentaram prendê-lo na periferia da cidade. Ele teria reagido à abordagem dos policiais e provocou o confronto armado, no qual foi atingido. 
O suspeito, segundo a polícia, teria sido o mandante da morte de Mário Sérgio, que, segundo a polícia, teria sido atacado por um grupo de traficantes da cidade, por suspeitas de ter sido um colaborador da polícia. O crime chamou a atenção pelos requintes de crueldade, pois o vigilante foi morto a golpes de facão e teve a língua e a mão decepadas pelos infratores. Segundo fontes policiais, o mandante teria pedido a cabeça da vítima como prêmio, o que só não ocorreu porque os bandidos não tiveram tempo e condições para fazê-lo. 
Com ele, a polícia apreendeu um revólver 32. O acusado é ex-presidiário, tendo cumprido pena no Estado de Alagoas por porte ilegal de arma de fogo e violência contra a mulher. Toda a ação contou com a participação dos policiais militares do 9° Batalhão da Polícia Militar (9º BPM), em Carmópolis, dos policiais civis da COPCI e dos policiais civis de Capela.

Outros confrontos - Equipes do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) realizaram uma operação durante o final da tarde dessa quarta-feira (9), no Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro. Durante a ação, foi preso Clean Moraes dos Santos Nascimento, além de armas e drogas apreendidas na localidade. De acordo com as informações policiais, os militares receberam a informação de que um grupo estava aterrorizando as pessoas da localidade com o tráfico de drogas. Foram iniciadas buscas que chegaram até eles. 
Na ação, ao avistar a polícia, eles fugiram em direção a um matagal atirando contra os agentes. Na fuga, dois homens foram atingidos, socorridos, mas morreram logo em seguida. Instantes depois, foi preso Clean, em uma laje. Com eles, foram encontrados um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12; além de drogas como maconha e crack. Também foram localizados seis placas de colete balístico com quatro capas de colete.