Prefeito recebe comissão de moradores e comerciantes para discutir ciclofaixa

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O prefeito durante reunião com representantes dos moradores da Nova Saneamento
O prefeito durante reunião com representantes dos moradores da Nova Saneamento

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 16/10/2019 às 10:19:00

 

O prefeito Edvaldo No
gueira recebeu, nes-
ta terça-feira, um grupo de moradores e comerciantes da avenida Gonçalo Rollemberg Leite (mais conhecida como Nova Saneamento) para discutir a proposta de implantação da ciclofaixa na via. O projeto, desenvolvido a partir de estudos técnicos da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, encontrou resistência em parte da comunidade local. Por causa disso, o prefeito decidiu pela criação de uma comissão, formada por moradores, comerciantes e gestores da SMTT, para que se chegue a um consenso sobre o tema.
"Quando apresentamos a proposta da ciclofaixa na avenida Nova Saneamento, houve uma recepção muito positiva de maneira geral, mas também uma resistência de moradores e comerciantes da via. É uma proposta plausível e muito positiva do ponto de vista da mobilidade urbana global, mas gera um impacto na vida dos moradores e comerciantes, de modo que precisamos analisar a questão e buscar o consenso. Defendo que implantemos a ciclofaixa, mas não quero impor minha opinião, e por isso criamos uma comissão para discutir melhor o assunto e espero que possamos evoluir para uma solução consensual. Parto do princípio de que uma obra tem que ser boa para todos", afirmou o prefeito.
O superintendente de Transporte e Trânsito de Aracaju, Renato Teles, apresentou a proposta aos representantes dos moradores e comerciantes, pontuando a necessidade da ciclofaixa baseado nos dados que revelam a grande demanda pela via específica para ciclistas, garantindo mais segurança. Ele também mostrou que a faixa não prejudicará o acesso dos veículos aos condomínios e lojas, nem o embarque e desembarque de pessoas.
Os moradores e comerciantes argumentaram que a retirada da faixa de estacionamento cria transtornos para quem reside nos apartamentos localizados na via e que só possui uma vaga de garagem e para as lojas que não possuem estacionamento próprio. Para Zeca Sobral, um dos membros da comissão, a reunião com o prefeito foi "totalmente válida". "O prefeito nos escutou e acredito que vamos chegar a um denominador comum, bom para ciclistas, para comerciantes e para os moradores da região. O prefeito marcou esta reunião, nos recebeu e, a partir de agora, integraremos uma comissão para discutir com a SMTT para que cheguemos a uma posição boa para todos", disse.
O presidente da Câmara Municipal de Aracaju, vereador Nitinho Vitalle e os secretários Jorge Araújo Filho e Nildomar Freire participaram da reunião.

O prefeito Edvaldo No gueira recebeu, nes- ta terça-feira, um grupo de moradores e comerciantes da avenida Gonçalo Rollemberg Leite (mais conhecida como Nova Saneamento) para discutir a proposta de implantação da ciclofaixa na via. O projeto, desenvolvido a partir de estudos técnicos da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, encontrou resistência em parte da comunidade local. Por causa disso, o prefeito decidiu pela criação de uma comissão, formada por moradores, comerciantes e gestores da SMTT, para que se chegue a um consenso sobre o tema.
"Quando apresentamos a proposta da ciclofaixa na avenida Nova Saneamento, houve uma recepção muito positiva de maneira geral, mas também uma resistência de moradores e comerciantes da via. É uma proposta plausível e muito positiva do ponto de vista da mobilidade urbana global, mas gera um impacto na vida dos moradores e comerciantes, de modo que precisamos analisar a questão e buscar o consenso. Defendo que implantemos a ciclofaixa, mas não quero impor minha opinião, e por isso criamos uma comissão para discutir melhor o assunto e espero que possamos evoluir para uma solução consensual. Parto do princípio de que uma obra tem que ser boa para todos", afirmou o prefeito.
O superintendente de Transporte e Trânsito de Aracaju, Renato Teles, apresentou a proposta aos representantes dos moradores e comerciantes, pontuando a necessidade da ciclofaixa baseado nos dados que revelam a grande demanda pela via específica para ciclistas, garantindo mais segurança. Ele também mostrou que a faixa não prejudicará o acesso dos veículos aos condomínios e lojas, nem o embarque e desembarque de pessoas.
Os moradores e comerciantes argumentaram que a retirada da faixa de estacionamento cria transtornos para quem reside nos apartamentos localizados na via e que só possui uma vaga de garagem e para as lojas que não possuem estacionamento próprio. Para Zeca Sobral, um dos membros da comissão, a reunião com o prefeito foi "totalmente válida". "O prefeito nos escutou e acredito que vamos chegar a um denominador comum, bom para ciclistas, para comerciantes e para os moradores da região. O prefeito marcou esta reunião, nos recebeu e, a partir de agora, integraremos uma comissão para discutir com a SMTT para que cheguemos a uma posição boa para todos", disse.
O presidente da Câmara Municipal de Aracaju, vereador Nitinho Vitalle e os secretários Jorge Araújo Filho e Nildomar Freire participaram da reunião.