Vigilante é morto a pauladas no Conjunto Jardim

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 22/10/2019 às 06:57:00

 

O vigilante Leandro José da Silva, 38 anos, foi assassinado ontem de madrugada no Loteamento Capadócia, Conjunto Jardim, em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju). Seguindo informações, ele trabalhava no local como vigilante noturno e teria sido executado por desconhecidos que o abordaram em uma área deserta e afastada do conjunto. O corpo da vítima, com marcas de agressões e de tiros no rosto, foi encontrado no começo da manhã por pessoas que passavam pelo local, a caminho do trabalho. 
Equipes das polícias Civil e Militar estiveram no local para levantar informações sobre o crime. Elas constataram que nenhum pertence foi levado de Leandro, nem mesmo a moto que ele usava para trabalhar em rondas noturnas pelo bairro, e tampouco sua carteira. Logo, a polícia trabalha com a possibilidade de que tenha havido uma execução. Algumas pessoas já começaram a ser ouvidas em depoimento pela polícia, que ainda não tem pistas sobre os criminosos. O homicídio é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Santa Luzia - No final de semana, o ex-policial civil José Alves dos Santos de Moura, 69 anos, foi baleado e morto no povoado Crasto, em Santa Luzia do Itanhy (Sul). O crime foi cometido no sábado por dois homens armados, que o abordaram na rua e disparara-lhe vários tiros. A dupla fugiu guiando uma moto e também não levou nada da vítima. Moura era proprietário de um bar no povoado, mas era conhecido por seu trabalho como agente de polícia. Ele atuou por muitos anos na Delegacia Regional de Estância e estava fora da Polícia Civil desde 1995, após aderir a um programa de demissão voluntária do governo do estado. 
Na chácara - Dois homens morreram e outros dois ficaram feridos na noite deste domingo, após a invasão de uma chácara no povoado Malhada Velha, em Malhador (Agreste). De acordo com a polícia, a propriedade foi invadida por oito homens armados e encapuzados, que entraram pelos fundos e interromperam uma festa que acontecia desde o começo da tarde. Dentro da casa, os bandidos abriram fogo e perseguiram os quatro rapazes. 
Cleidson Luiz Silva dos Santos, 26, e Claudemir Anacleto dos Santos Silva, o 'Dudu', 19, morreram respectivamente no quarto e na sala da casa. Os outros dois, Leonardo de Jesus Cardoso, 20, e Wudson Allysson Silva dos Santos, 24, foram socorridos e internados no Hospital Regional Pedro Garcia Moreno Filho, em Itabaiana. Leonardo recebeu alta durante a madrugada. Já Allysson permaneceu internado, pois foi baleado nas duas pernas. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Malhador, com apoio de agentes da Delegacia Regional de Itabaiana. 

O vigilante Leandro José da Silva, 38 anos, foi assassinado ontem de madrugada no Loteamento Capadócia, Conjunto Jardim, em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju). Seguindo informações, ele trabalhava no local como vigilante noturno e teria sido executado por desconhecidos que o abordaram em uma área deserta e afastada do conjunto. O corpo da vítima, com marcas de agressões e de tiros no rosto, foi encontrado no começo da manhã por pessoas que passavam pelo local, a caminho do trabalho. 
Equipes das polícias Civil e Militar estiveram no local para levantar informações sobre o crime. Elas constataram que nenhum pertence foi levado de Leandro, nem mesmo a moto que ele usava para trabalhar em rondas noturnas pelo bairro, e tampouco sua carteira. Logo, a polícia trabalha com a possibilidade de que tenha havido uma execução. Algumas pessoas já começaram a ser ouvidas em depoimento pela polícia, que ainda não tem pistas sobre os criminosos. O homicídio é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Santa Luzia - No final de semana, o ex-policial civil José Alves dos Santos de Moura, 69 anos, foi baleado e morto no povoado Crasto, em Santa Luzia do Itanhy (Sul). O crime foi cometido no sábado por dois homens armados, que o abordaram na rua e disparara-lhe vários tiros. A dupla fugiu guiando uma moto e também não levou nada da vítima. Moura era proprietário de um bar no povoado, mas era conhecido por seu trabalho como agente de polícia. Ele atuou por muitos anos na Delegacia Regional de Estância e estava fora da Polícia Civil desde 1995, após aderir a um programa de demissão voluntária do governo do estado. 

Na chácara - Dois homens morreram e outros dois ficaram feridos na noite deste domingo, após a invasão de uma chácara no povoado Malhada Velha, em Malhador (Agreste). De acordo com a polícia, a propriedade foi invadida por oito homens armados e encapuzados, que entraram pelos fundos e interromperam uma festa que acontecia desde o começo da tarde. Dentro da casa, os bandidos abriram fogo e perseguiram os quatro rapazes. 
Cleidson Luiz Silva dos Santos, 26, e Claudemir Anacleto dos Santos Silva, o 'Dudu', 19, morreram respectivamente no quarto e na sala da casa. Os outros dois, Leonardo de Jesus Cardoso, 20, e Wudson Allysson Silva dos Santos, 24, foram socorridos e internados no Hospital Regional Pedro Garcia Moreno Filho, em Itabaiana. Leonardo recebeu alta durante a madrugada. Já Allysson permaneceu internado, pois foi baleado nas duas pernas. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Malhador, com apoio de agentes da Delegacia Regional de Itabaiana.