João Daniel defende renúncia do presidente

Política

 

Em discurso, ao avaliar a concentração de renda no país e o aumento da miséria, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados semana passada, o deputado federal João Daniel (PT/SE) falou da sua preocupação enquanto parlamentar com toda essa situação de desgoverno que está instalada no país. Além da falta de projetos, ele ressaltou que agora estão às claras - pela ex-líder do governo no Congresso e pelo ex-líder do PSL na Câmara - as denúncias da gravíssima crise que afetou diretamente a família e o próprio presidente.
"Se Bolsonaro tivesse um mínimo de patriotismo, ele renunciaria. Ele não tem um projeto para o país, a crise está instalada aqui no país. A crise que está ocorrendo no Chile ele está vendo, vendo também o que está ocorrendo do Equador, o que está ocorrendo na região Nordeste, um crime ambiental sem precedentes, mas ele não toma nenhuma providência. A única coisa que se tem é uma briga dentro da família e do partido, falando cada um aquilo que sabe e a verdade é o que foi dito ontem à noite no programa Roda Viva: é uma fábrica de fake news e de robôs, é um governo que aprendeu a mentir, ganhou uma eleição enganando o povo e vendendo mentiras", disse.
De acordo com João Daniel, o governo Bolsonaro é a consequência de um golpe dado no Brasil para a quebra da soberania nacional, destruição das empresas e de todos os projetos construídos para o povo brasileiro, a exemplo dos governos que tiveram dignidade, como os do presidente Lula e da presidenta Dilma Rousseff. "E Bolsonaro se encontra nesse momento em viagem internacional, para tapar o sol com a peneira da crise criada por sua família, crise que nasceu por não ter projeto nenhum para o povo brasileiro, a não ser o de destruição nacional", disse.

Em discurso, ao avaliar a concentração de renda no país e o aumento da miséria, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados semana passada, o deputado federal João Daniel (PT/SE) falou da sua preocupação enquanto parlamentar com toda essa situação de desgoverno que está instalada no país. Além da falta de projetos, ele ressaltou que agora estão às claras - pela ex-líder do governo no Congresso e pelo ex-líder do PSL na Câmara - as denúncias da gravíssima crise que afetou diretamente a família e o próprio presidente.
"Se Bolsonaro tivesse um mínimo de patriotismo, ele renunciaria. Ele não tem um projeto para o país, a crise está instalada aqui no país. A crise que está ocorrendo no Chile ele está vendo, vendo também o que está ocorrendo do Equador, o que está ocorrendo na região Nordeste, um crime ambiental sem precedentes, mas ele não toma nenhuma providência. A única coisa que se tem é uma briga dentro da família e do partido, falando cada um aquilo que sabe e a verdade é o que foi dito ontem à noite no programa Roda Viva: é uma fábrica de fake news e de robôs, é um governo que aprendeu a mentir, ganhou uma eleição enganando o povo e vendendo mentiras", disse.
De acordo com João Daniel, o governo Bolsonaro é a consequência de um golpe dado no Brasil para a quebra da soberania nacional, destruição das empresas e de todos os projetos construídos para o povo brasileiro, a exemplo dos governos que tiveram dignidade, como os do presidente Lula e da presidenta Dilma Rousseff. "E Bolsonaro se encontra nesse momento em viagem internacional, para tapar o sol com a peneira da crise criada por sua família, crise que nasceu por não ter projeto nenhum para o povo brasileiro, a não ser o de destruição nacional", disse.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS