3ª Mostra Sesc de Cinema será lançada em Paraty com homenagem a Adélia Sampaio

Cultura

 

De 2 a 9 de novembro, Paraty recebe o lançamento da 3ª Mostra Sesc de Cinema. Essa é a primeira vez que a abertura acontece na cidade da Costa Verde, no Rio de Janeiro. Este ano o evento homenageia Adélia Sampaio, a primeira mulher negra a dirigir um longa-metragem no Brasil, "Amor Maldito", de 1984. 
Durante uma semana serão exibidos na Unidade Sesc Santa Rita e no Cinema da Praça, os 42 filmes selecionados, sendo 32 do Panorama Brasil e 10 do Panorama infanto-juvenil, que compõem a Mostra Sesc de cinema 2019. De lá, as produções circularão por todo país até o dia 15 de dezembro. Além disso, a programação contará com mesas de debates sobre as produções e temas relacionados ao atual cenário do audiovisual no país.
A programação terá a exibição dos filmes selecionados, sessões especiais com produções reconhecidas, como "Bacurau", dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, "A Rainha Nzinga chegou", de Junia Torres, e "Mata Negra", de Rodrigo Aragão, além de debates, oficinas e duas pré-estreias: "Rua Guaicurus", de João Borges, e "Nois por nois", de Aly Muritiba.
No dia 3, às 18h30, o destaque fica por conta da sessão em homenagem a Adélia Sampaio, com exibição do longa "Amor Maldito (RJ)" e debate com a cineasta. No dia 4 será a vez da diretora Junia Torres, de "A Rainha Nzinga chegou" participar de conversa com o público. Já no dia 9 serão anunciados os cinco filmes de destaque da Mostra, a partir da escolha popular e de um júri formado por cinco profissionais, com um representante de cada região brasileira.

De 2 a 9 de novembro, Paraty recebe o lançamento da 3ª Mostra Sesc de Cinema. Essa é a primeira vez que a abertura acontece na cidade da Costa Verde, no Rio de Janeiro. Este ano o evento homenageia Adélia Sampaio, a primeira mulher negra a dirigir um longa-metragem no Brasil, "Amor Maldito", de 1984. 
Durante uma semana serão exibidos na Unidade Sesc Santa Rita e no Cinema da Praça, os 42 filmes selecionados, sendo 32 do Panorama Brasil e 10 do Panorama infanto-juvenil, que compõem a Mostra Sesc de cinema 2019. De lá, as produções circularão por todo país até o dia 15 de dezembro. Além disso, a programação contará com mesas de debates sobre as produções e temas relacionados ao atual cenário do audiovisual no país.
A programação terá a exibição dos filmes selecionados, sessões especiais com produções reconhecidas, como "Bacurau", dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, "A Rainha Nzinga chegou", de Junia Torres, e "Mata Negra", de Rodrigo Aragão, além de debates, oficinas e duas pré-estreias: "Rua Guaicurus", de João Borges, e "Nois por nois", de Aly Muritiba.
No dia 3, às 18h30, o destaque fica por conta da sessão em homenagem a Adélia Sampaio, com exibição do longa "Amor Maldito (RJ)" e debate com a cineasta. No dia 4 será a vez da diretora Junia Torres, de "A Rainha Nzinga chegou" participar de conversa com o público. Já no dia 9 serão anunciados os cinco filmes de destaque da Mostra, a partir da escolha popular e de um júri formado por cinco profissionais, com um representante de cada região brasileira.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS