Sessão Especial celebra Reforma Protestante

Política

 

Comemorado mundialmente no próximo dia 31, o Dia da Reforma Protestante foi celebrado, nesta manhã, no Plenário da Câmara Municipal de Aracaju (CMA). O evento, proposto pela vereadora Emília Corrêa (Patriota), contou com a presença de pastores evangélicos, parlamentares e sociedade.
Para Emília Corrêa, a sociedade carece dos ensinamentos de Martinho Lutero para que, de fato, possamos promover mudanças. "A Reforma, como foi dita aqui, precisa ser feita o mais rápido possível. Martinho Lutero foi inspirado pelo Espírito Santo de Deus. Chega de tanta corrupção em todos os meios. Se estivesse vivo, Lutero estaria lutando para combater as fake news e buscando a verdade a qualquer preço. Por isso, é importante que a gente vá cortando as amarras para a gente ser Lutero aqui na terra. Urgente, pois a sociedade clama", declarou.
Jorge Abreu, presidente da União dos Ministros Evangélicos do Estado de Sergipe (UMESE), ressaltou, em seu discurso, que conhecer as 95 Teses propostas por Lutero  é, especialmente, um dever de todos os cristãos. "Seja católico ou evangélico, conhecer as teses propostas de Martinho Lutero é um dever de todos nós, enquanto cristãos. Estar participando desta Sessão Solene e vendo de perto essas Reformas, nos coloca muito mais próximo do criador. Lutero tinha uma vida com Deus. Agradeço, especialmente, a vereadora Emília Corrêa, pela iniciativa e por trazer este tema tão importante para Câmara", afirmou.
Por fim, Emanuel de Menezes, Pastor da Igreja 12 de Agosto, enfatizou  que existe um divisor de águas da história antes e depois da Reforma Protestante do século XVI. "Estamos aqui celebrando os 502 anos da Reforma. Hoje é dia de repensar os principais temas da maior marco da história mundial. Sem duvida, existe um divisor de águas na história de antes e depois da Reforma", disse.
Sobre a Reforma - A Reforma Protestante foi uma das inúmeras reformas cristãs que aconteceram após a Idade Média, quando o povo começou a questionar o que era imposto pela Igreja Católica - que tomava atitudes consideradas insatisfatórias e que fugiam dos seus princípios iniciais, fazendo-a entrar em grande contradição.
Essa reforma foi iniciada no começo do século XVI por Martinho Lutero, que publicou suas 95 teses em 31 de outubro de 1517. Ele protestou em frente à igreja do Castelo de Wittenberg, contra diversos pontos da doutrina da Igreja Católica Romana.

Comemorado mundialmente no próximo dia 31, o Dia da Reforma Protestante foi celebrado, nesta manhã, no Plenário da Câmara Municipal de Aracaju (CMA). O evento, proposto pela vereadora Emília Corrêa (Patriota), contou com a presença de pastores evangélicos, parlamentares e sociedade.
Para Emília Corrêa, a sociedade carece dos ensinamentos de Martinho Lutero para que, de fato, possamos promover mudanças. "A Reforma, como foi dita aqui, precisa ser feita o mais rápido possível. Martinho Lutero foi inspirado pelo Espírito Santo de Deus. Chega de tanta corrupção em todos os meios. Se estivesse vivo, Lutero estaria lutando para combater as fake news e buscando a verdade a qualquer preço. Por isso, é importante que a gente vá cortando as amarras para a gente ser Lutero aqui na terra. Urgente, pois a sociedade clama", declarou.
Jorge Abreu, presidente da União dos Ministros Evangélicos do Estado de Sergipe (UMESE), ressaltou, em seu discurso, que conhecer as 95 Teses propostas por Lutero  é, especialmente, um dever de todos os cristãos. "Seja católico ou evangélico, conhecer as teses propostas de Martinho Lutero é um dever de todos nós, enquanto cristãos. Estar participando desta Sessão Solene e vendo de perto essas Reformas, nos coloca muito mais próximo do criador. Lutero tinha uma vida com Deus. Agradeço, especialmente, a vereadora Emília Corrêa, pela iniciativa e por trazer este tema tão importante para Câmara", afirmou.
Por fim, Emanuel de Menezes, Pastor da Igreja 12 de Agosto, enfatizou  que existe um divisor de águas da história antes e depois da Reforma Protestante do século XVI. "Estamos aqui celebrando os 502 anos da Reforma. Hoje é dia de repensar os principais temas da maior marco da história mundial. Sem duvida, existe um divisor de águas na história de antes e depois da Reforma", disse.

Sobre a Reforma - A Reforma Protestante foi uma das inúmeras reformas cristãs que aconteceram após a Idade Média, quando o povo começou a questionar o que era imposto pela Igreja Católica - que tomava atitudes consideradas insatisfatórias e que fugiam dos seus princípios iniciais, fazendo-a entrar em grande contradição.
Essa reforma foi iniciada no começo do século XVI por Martinho Lutero, que publicou suas 95 teses em 31 de outubro de 1517. Ele protestou em frente à igreja do Castelo de Wittenberg, contra diversos pontos da doutrina da Igreja Católica Romana.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS