Condenado por atentado de 2007 é preso em Canindé

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
\'Maguila\' foi preso trabalhando em Canindé
\'Maguila\' foi preso trabalhando em Canindé

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/10/2019 às 21:44:00

 

Gabriel Damásio
A Polícia Militar pren
deu anteontem, em 
Canindé de São Francisco (Sertão), um homem condenado a mais de 27 anos de prisão por homicídio e tentativa de homicídio. José de Oliveira Mendonça Filho, o 'Maguila', 57 anos, foi considerado culpado por um atentado a tiros ocorrido em 19 de março de 2007 na BR-235, em Laranjeiras (Vale do Cotinguiba). Na ocasião, o menino Alisson Vieira dos Santos, então com oito anos, morreu e outras três pessoas foram baleadas, incluindo uma gestante. 
De acordo com o tenente coronel Vitor Anderson de Moraes, comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), 'Maguila' foi localizado no bairro Olaria, em Canindé, onde morava com a esposa há um ano e trabalhava em um pet shop que fica na porta da residência. A polícia chegou até o suspeito após denúncias de populares e fez a prisão no momento em que ele chegava em uma residência para buscar um cachorro. Na casa dele, nada ilícito foi encontrado, mas uma motocicleta com mais de 10 anos de licenciamento vencido foi apreendida.
O coronel disse ainda que Maguila tem várias passagens por crimes de formação de quadrilha, tráfico de drogas e roubos, entre outros. Além disso, ele chegou a ser preso dois dias após o atentado, mas acabou solto por decisão judicial e, desde então, não foi mais encontrado. 
A polícia apurou na época que Mendonça tinha sido foi contratado por um comerciante da cidade de Itabaiana, que queria matar dois homens supostamente envolvidos no assassinato de dois parentes do empresário, em outro crime ocorrido na cidade serrana. O crime teria sido motivado por vingança. No dia do ataque, os dois alvos viajavam de carro com cinco pessoas da família, entre Itabaiana e Carmópolis. Segundo as investigações, 'Maguila' interceptou o carro e fez vários disparos contra o carro, atingindo as vítimas. 

Gabriel Damásio

A Polícia Militar pren deu anteontem, em  Canindé de São Francisco (Sertão), um homem condenado a mais de 27 anos de prisão por homicídio e tentativa de homicídio. José de Oliveira Mendonça Filho, o 'Maguila', 57 anos, foi considerado culpado por um atentado a tiros ocorrido em 19 de março de 2007 na BR-235, em Laranjeiras (Vale do Cotinguiba). Na ocasião, o menino Alisson Vieira dos Santos, então com oito anos, morreu e outras três pessoas foram baleadas, incluindo uma gestante. 
De acordo com o tenente coronel Vitor Anderson de Moraes, comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), 'Maguila' foi localizado no bairro Olaria, em Canindé, onde morava com a esposa há um ano e trabalhava em um pet shop que fica na porta da residência. A polícia chegou até o suspeito após denúncias de populares e fez a prisão no momento em que ele chegava em uma residência para buscar um cachorro. Na casa dele, nada ilícito foi encontrado, mas uma motocicleta com mais de 10 anos de licenciamento vencido foi apreendida.
O coronel disse ainda que Maguila tem várias passagens por crimes de formação de quadrilha, tráfico de drogas e roubos, entre outros. Além disso, ele chegou a ser preso dois dias após o atentado, mas acabou solto por decisão judicial e, desde então, não foi mais encontrado. 
A polícia apurou na época que Mendonça tinha sido foi contratado por um comerciante da cidade de Itabaiana, que queria matar dois homens supostamente envolvidos no assassinato de dois parentes do empresário, em outro crime ocorrido na cidade serrana. O crime teria sido motivado por vingança. No dia do ataque, os dois alvos viajavam de carro com cinco pessoas da família, entre Itabaiana e Carmópolis. Segundo as investigações, 'Maguila' interceptou o carro e fez vários disparos contra o carro, atingindo as vítimas.