Dupla invade casa e mata dois rapazes em Pinhão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/11/2019 às 21:38:00

 

Dois homens foram assassinados a tiros na madrugada desta sexta-feira em Pinhão (Agreste). De acordo com informações da 2º Companhia do 3º Batalhão de Polícia Militar (2ª Cia/3º BPM), dois homens armados e encapuzados arrombaram uma residência localizada no Conjunto 25 de Novembro, por volta das 4h, e executaram as vítimas em um quarto da residência. Os mortos foram identificados como Elias dos Santos, 14 anos, e Renan Santos Alcântara, 20.
Dentro da casa, também estavam a mãe e a esposa de Renan, além de uma criança de oito anos. Segundo o capitão Vagno Passos, comandante da unidade, a mãe teria assistido o assassinato do próprio filho. A polícia acredita que o crime teria sido motivado por um acerto de contas, já que as duas vítimas haviam se mudado recentemente do bairro Santa Maria, em Aracaju, para a cidade de Pinhão, mudança esta que teria acontecido justamente para evitar que esse acerto de contas ocorresse. A delegacia de Pinhão vai investigar o caso.

Dois homens foram assassinados a tiros na madrugada desta sexta-feira em Pinhão (Agreste). De acordo com informações da 2º Companhia do 3º Batalhão de Polícia Militar (2ª Cia/3º BPM), dois homens armados e encapuzados arrombaram uma residência localizada no Conjunto 25 de Novembro, por volta das 4h, e executaram as vítimas em um quarto da residência. Os mortos foram identificados como Elias dos Santos, 14 anos, e Renan Santos Alcântara, 20.
Dentro da casa, também estavam a mãe e a esposa de Renan, além de uma criança de oito anos. Segundo o capitão Vagno Passos, comandante da unidade, a mãe teria assistido o assassinato do próprio filho. A polícia acredita que o crime teria sido motivado por um acerto de contas, já que as duas vítimas haviam se mudado recentemente do bairro Santa Maria, em Aracaju, para a cidade de Pinhão, mudança esta que teria acontecido justamente para evitar que esse acerto de contas ocorresse. A delegacia de Pinhão vai investigar o caso.