Bandidos explodem agência do Bradesco em Brejo Grande

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/11/2019 às 22:57:00

 

Uma agência do Bradesco foi destruída por volta das 3h30 de ontem, em Brejo Grande (Baixo São Francisco). Segundo a Polícia Militar, criminosos armados entraram na unidade e detonaram explosivos junto ao cofre e aos caixas eletrônicos. Testemunhas relatam que foram pelo menos quatro assaltantes encapuzados, que chegaram ao local em um carro. Enquanto invadiam o banco, eles dispararam tiros para o alto, para intimidar os moradores.
Após a explosão, os bandidos fugiram. Toda a parte interna da agência ficou destruída, mas, de acordo com a polícia, nada foi roubado. A PM confirmou que teve acesso a imagens do circuito interno da agência, que registraram a chegada dos assaltantes encapuzados em um GM Cruze de cor branca. 
Equipes do Instituto de Criminalística e agentes do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) estiveram no banco ontem de manhã e recolheram vestígios para iniciar o inquérito. Eles apontaram que os bandidos podem ter usado dinamite, mas não conseguiram destruir os cofres. Esta foi a terceira ocorrência de ataques a agências bancárias em Sergipe neste ano.

Uma agência do Bradesco foi destruída por volta das 3h30 de ontem, em Brejo Grande (Baixo São Francisco). Segundo a Polícia Militar, criminosos armados entraram na unidade e detonaram explosivos junto ao cofre e aos caixas eletrônicos. Testemunhas relatam que foram pelo menos quatro assaltantes encapuzados, que chegaram ao local em um carro. Enquanto invadiam o banco, eles dispararam tiros para o alto, para intimidar os moradores.
Após a explosão, os bandidos fugiram. Toda a parte interna da agência ficou destruída, mas, de acordo com a polícia, nada foi roubado. A PM confirmou que teve acesso a imagens do circuito interno da agência, que registraram a chegada dos assaltantes encapuzados em um GM Cruze de cor branca. 
Equipes do Instituto de Criminalística e agentes do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) estiveram no banco ontem de manhã e recolheram vestígios para iniciar o inquérito. Eles apontaram que os bandidos podem ter usado dinamite, mas não conseguiram destruir os cofres. Esta foi a terceira ocorrência de ataques a agências bancárias em Sergipe neste ano.