Homem é morto a tiros após perseguição na Atalaia

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/11/2019 às 00:06:00

 

Gabriel Damásio
Um homem morreu depois de ser perseguido e baleado por três homens armados na Rua Jornalista Paulo Costa, na Atalaia (zona sul da capital), por volta das 21h desta terça-feira. Denilson Santos Rocha, 34 anos, estava na chamada 'Vila do Queijo', próximo à Orla da Atalaia, e, segundo testemunhas, começou a ser seguido pelos três homens, que estavam em duas motos. A vítima chegou a correr na direção de uma pousada, onde tentou se esconder, mas os criminosos sacaram suas armas e dispararam vários tiros contra Denilson, fugindo em seguida. 
Quatro equipes do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) foram acionadas para atender a ocorrência, após a confirmação da denúncia de moradores sobre uma tentativa de homicídio. Os militares prestaram os primeiros socorros a Denilson, que foi levado em estado grave para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no início da manhã de ontem. Ainda na noite de anteontem, instantes após o atentado, os PMs fizeram buscas pela região da Atalaia e encontraram uma moto abandonada junto ao Hotel Parque dos Coqueiros. 
Durante a chegada dos soldados ao local, eles flagraram dois suspeitos em outra moto, tentando levar o veículo. Houve a abordagem e os dois homens, identificados como Thiago Pereira Santos e Ladson Darkson Lima Silva Jesus, acabaram presos em flagrante. De acordo com o capitão Nelson Eron, subcomandante do BPTur, os suspeitos foram reconhecidos por uma testemunha do atentado, bem como as duas motos apreendidas, do tipo Honda CG. 
A dupla foi levada para a Central de Flagrantes e depois apresentada em audiência de custódia no Fórum Gumercindo Bessa. Com a confirmação da morte de Denilson, Ladson e Thiago foram indiciados por homicídio qualificado e tiveram a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva. O terceiro homem permanecia foragido até o fechamento. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Gabriel Damásio

Um homem morreu depois de ser perseguido e baleado por três homens armados na Rua Jornalista Paulo Costa, na Atalaia (zona sul da capital), por volta das 21h desta terça-feira. Denilson Santos Rocha, 34 anos, estava na chamada 'Vila do Queijo', próximo à Orla da Atalaia, e, segundo testemunhas, começou a ser seguido pelos três homens, que estavam em duas motos. A vítima chegou a correr na direção de uma pousada, onde tentou se esconder, mas os criminosos sacaram suas armas e dispararam vários tiros contra Denilson, fugindo em seguida. 
Quatro equipes do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) foram acionadas para atender a ocorrência, após a confirmação da denúncia de moradores sobre uma tentativa de homicídio. Os militares prestaram os primeiros socorros a Denilson, que foi levado em estado grave para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no início da manhã de ontem. Ainda na noite de anteontem, instantes após o atentado, os PMs fizeram buscas pela região da Atalaia e encontraram uma moto abandonada junto ao Hotel Parque dos Coqueiros. 
Durante a chegada dos soldados ao local, eles flagraram dois suspeitos em outra moto, tentando levar o veículo. Houve a abordagem e os dois homens, identificados como Thiago Pereira Santos e Ladson Darkson Lima Silva Jesus, acabaram presos em flagrante. De acordo com o capitão Nelson Eron, subcomandante do BPTur, os suspeitos foram reconhecidos por uma testemunha do atentado, bem como as duas motos apreendidas, do tipo Honda CG. 
A dupla foi levada para a Central de Flagrantes e depois apresentada em audiência de custódia no Fórum Gumercindo Bessa. Com a confirmação da morte de Denilson, Ladson e Thiago foram indiciados por homicídio qualificado e tiveram a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva. O terceiro homem permanecia foragido até o fechamento. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).