Fotógrafo traz exposição sobre quilombolas para Sergipe

Cultura

Com expressivos e reveladores retratos de habitantes de comunidades quilombolas da Chapada Diamantina, na Bahia, o fotógrafo baiano Avaro Villela estará em Sergipe com sua exposição Faces nesta quinta-feira (14). A mostra faz parte da programação da 36º edição do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC).

Após ser apresentada no PhotoEspaña, em 2011, como parte de uma coletiva itinerante de fotógrafos latino-americanos, em Salvador em 2015, e no Rio de Janeiro em 2017, a exposição Faces trará para Sergipe, 14 retratos em preto e branco de moradores das comunidades de Barra e Bananal, descendentes de escravos fugitivos de um navio negreiro naufragado na costa sul da Bahia, no século 17.
Fotógrafo etnográfico, como comprova o seu projeto desenvolvido junto aos índios Pankararé, do Raso da Catarina, Alvaro Villela aproximou-se das comunidades quilombolas da Chapada Diamantina em 2007 no intuito de entender e documentar suas tradições culturais e religiosas e verificar se elas ainda preservavam traços ancestrais.  
No entanto, diante da percepção de que tais heranças foram diluídas no interior de certos maneirismos, inclusive com a presença de religiões que não eram de matriz africana, Villela vislumbrou no retrato uma forma de discutir tal distanciamento da cultura ancestral.
Após anos de interação com as comunidades, ele improvisou um estúdio na casa de uma moradora local   entusiasta do projeto. Apesar da resistência inicial, Villela utilizou um fundo negro e a iluminação gerada por uma tocha fotográfica, fotografou residentes de todas as idades, os quais acabaram se rendendo ao se verem retratados.
Passados dez anos desde a primeira incursão de Alvaro aos territórios quilombolas, Faces, não apenas pela força das suas imagens, como também pelas dificuldades e desafios enfrentados por tais comunidades, se apresenta como um ato de resistência e de afirmação de certos valores do povo negro que ainda hoje busca um espaço digno no Brasil.

Com expressivos e reveladores retratos de habitantes de comunidades quilombolas da Chapada Diamantina, na Bahia, o fotógrafo baiano Avaro Villela estará em Sergipe com sua exposição Faces nesta quinta-feira (14). A mostra faz parte da programação da 36º edição do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC).
Após ser apresentada no PhotoEspaña, em 2011, como parte de uma coletiva itinerante de fotógrafos latino-americanos, em Salvador em 2015, e no Rio de Janeiro em 2017, a exposição Faces trará para Sergipe, 14 retratos em preto e branco de moradores das comunidades de Barra e Bananal, descendentes de escravos fugitivos de um navio negreiro naufragado na costa sul da Bahia, no século 17.
Fotógrafo etnográfico, como comprova o seu projeto desenvolvido junto aos índios Pankararé, do Raso da Catarina, Alvaro Villela aproximou-se das comunidades quilombolas da Chapada Diamantina em 2007 no intuito de entender e documentar suas tradições culturais e religiosas e verificar se elas ainda preservavam traços ancestrais.  
No entanto, diante da percepção de que tais heranças foram diluídas no interior de certos maneirismos, inclusive com a presença de religiões que não eram de matriz africana, Villela vislumbrou no retrato uma forma de discutir tal distanciamento da cultura ancestral.
Após anos de interação com as comunidades, ele improvisou um estúdio na casa de uma moradora local   entusiasta do projeto. Apesar da resistência inicial, Villela utilizou um fundo negro e a iluminação gerada por uma tocha fotográfica, fotografou residentes de todas as idades, os quais acabaram se rendendo ao se verem retratados.
Passados dez anos desde a primeira incursão de Alvaro aos territórios quilombolas, Faces, não apenas pela força das suas imagens, como também pelas dificuldades e desafios enfrentados por tais comunidades, se apresenta como um ato de resistência e de afirmação de certos valores do povo negro que ainda hoje busca um espaço digno no Brasil.

Quinta-feira - 14/11

Salão de Literatura José Augusto Garcez (Salão Paroquial e Matriz)

14h - 18h: Lançamentos e venda de livros Segrase e sorteios de livros da EDUFS

Feira da Prensa "Cordel e Imprensa Alternativa"

14h - Roda de Conversas "Observatório Democracia em Pauta" com Frank Marcon, Andrea Depieri e Fernando Sá

15h - "Palavreando - Prosa e Poesia Ao Pé do Ouvido", com Margarida Teles

16h - "O Impacto da Cultura Sergipana na Economia Criativa do Brasil", com Braian Thomas

17h - Intervenção Literária com Pablo Valadares

Cine Trianon (Teatro Elic)

14:00 -15:15 - "Mostra Infantil (Parceria ABCA ) - 70'  

15:30 - 17:30 - Mostra 2019 Pela Democracia (Parceria Taturana Mobi) - Renovação Política: Virando a mesa do poder  (87') - Magalhães (22')

Teatro no Museu (Museu de Sergipe)

18:30 Tampa Produções - Espetáculo "Billie Holiday - A Canção"

21:00 Dicuri Produções - Espetáculo "Piedade, a seu dispô".

Beco do Amor

17h - Trança da Caipora

18h - Lucas Rocha - Recital de Poesia "Quando eu Me Engoli"

18h30 - Vinícius Crispim

19h30 - Banda Ógoòlu

20h30 - Banda Pemeia

Cortejos

14:00 Banda CAPS: Incluir e festejar

15:00 Lira Sancristovende

15:30 Encontro de Encontro de Filarmônicas sergipanas

Salão de Artes Visuais Vesta Vianna  (Vigário Barroso)

14h - Abertura do salão

14h30 - FASC Convida: artistas plásticos Gladston Barroso  e Antônio Cruz

16h - Oficina de Kirigame com a Profª Drª Marjorie Garrido

17h30 - Roda de Conversa "Narrativas Negracedentes nas Artes Visuais" com Maria Macêdo e Eliana Amorim

Casa Sesc - Praça da Matriz 

De 14 a 17/11 - das 10h30 - 20h - oficinas, casa geek, brincando com arte, teatro, Bibliosesc;

Sexta-feira - 15/11

Palco João Bebe Água (Praça São Francisco)

18h Orquestra Sinfônica de Sergipe

19h30 Solenidade de Abertura

20h The Baggios

22h Mariene Castro

00h Burundanga Percussivo

Palco Frei Santana Cecília ( Praça do Carmo)

19h Cidade Dormitório

21h Silvério Pessoa

23h Afrocidade

01h DJ Rafa Aragão

Salão de Literatura José Augusto Garcez (Salão Paroquial Matriz)

14h - 18h - Feira da Prensa "cordel e impressa alternativa"

14h-  "Orwell feat Criolo - Diálogo sobre a exclusão social" com Ana Izabel Nascimento

15h- "Crônicas de Amor e Resistência" com Xico Sá - Mediação: Catarina Cristo

17h-  "Literatura feminina e feminismo" com Mônica Meira, Taylane Cruz e Alessandra Correia  - Mediação: Aline Braga

Cine Trianon (Teatro Elic)

14h - 15:30 Encontro com a arte palestina contemporância: Resistência como politica de permanência" Bate-papo com artista plástico palestino Abdul Rahman Katanani e Prof Geraldo Adriano Campos (UFS)

15h30 - 18h Sobre futebol e barreiras - Arturo Hartmann (roda de conversa com o diretor após a exibição)

Teatro no Museu

(Museu de Sergipe)

11h Cia. De Artes Tetê Nahas - Espetáculo "Desconto"

Salão de Artes Visuais Vesta Vianna (Vigário Barroso)

14h- Abertura do Salão 

14h30- Fasc Convida: ilustradores Cauê Mathias, Éff.(Fernando Caldas) e Larissa Vieira

16h - Oficina de pintura de autoretrato com o artista plástico Gladson Barroso

17h30- Roda de conversa  "O artista e o processo de criação" com artistas expositores do 36º Fasc

Palco Mariano Antônio (Largo da Matriz)

15h00 Cantaruquê

17h00 Ramanda Kairos - Espetáculo de dança "Sobre as Águas"

18h00 Cia de Arte Alese - Espetáculo "Balaio de Cantos, Contos e Encantos"

19h30 Grupo de Teatro Iurupari (PA) - Espetáculo "Flor do Medo"

Beco do Amor

15h Jaque Barroso feat. Radiola Jamaicana

16h30 Café Sexy

18h Snooze 

Cortejos pelas ruas do Centro Histórico (Concentração da Igreja do Rosário dos Homens Pretos)

15h - 17h Encontro de Filarmônicas

Igreja do Rosário dos Homens Pretos

17h Orquestra Jovem de Sergipe

18h Quarteto SaxAju

19h30 Graziella Rollemberg & Fabiano Zanin

Casa do Folclore 

 De 15 A 17 De Novembro - 10h - 18h Exposição Novembro Das Artes

Sábado - 16/11

Palco João Bebe Água (Praça São Francisco)

19h Axanti

21h Gilberto Gil

23h Cordel do Fogo Encantado

01h Naurêa

Palco Frei Santana Cecília (Praça do Carmo)

19h Sandyalê

21h Trakinagem

23h Joba & Forró Rala Coxa

01h DJ Grau

Salão de Literatura José Augusto Garcez (Salão Paroquial Matriz)

14h - 18h Lançamentos e venda de livros Segrase e sorteios de livros da EDUFS

Feira da Prensa "Cordel e Imprensa Alternativa"

14h "Sistere" - Sarau e recital de poesia com Alberto Nunes

15h00 "Respeito também é magia: Usando a literatura Fantástica para discutir o Brasil" com a escritora Renata Ventura com mediação de Flávia Santana

16h  "A Biblioteca e a leitura como instrumento para a liberdade intelectual e cultural das internas do presídio feminino - PREFEM" com Raquel Gonçalves e Profº Drº Germana de Araújo

17h Palestra "Literatura palestina de resistência" com  profº Dr. Ahmed Hussein El Zoghbi (UFS)

Igreja do Rosário dos Homens Pardos

18h Orquestra Jovem IMS 

19h30 Dissonantes

Cine Trianon (Teatro Elic)

14h- 2ª Mostra Curta-SE Festivalzinho - Censura Livre 

15 h Primeira Mostra Retrô Premiados Curta - SE - Iberoamericanos  - Censura 12 anos 

16h20 GG Garota Gamer

16h50 Mostra Curta-SE de  Longa Metragem ( Parceria Taturama Mobi) - Censura 12 anos - Construindo Pontes (73' - Doc., BR)

Salão de Artes Visuais Vesta Vianna (Vigário Barroso)

14h Abertura do salão

14h30 FASC Convida: fotógrafa Victória Steffany de Araújo (exposição Autoras)

16h Oficina de desenho Arte Bic com o artista Milton Coelho

17h30 Roda de Conversa "Visualizando um Festival" - Sobre a produção visual do 36º FASC com Breno Loeser, Davi Cavalcante e Thaty Celos.

Palco Mariano Antônio (Largo da Matriz)

"15h Teatro de Bonecos Mamulengo de Cheiroso - Espetáculo "Vitalina Tira Pó"

16h 30 Cia de Dança Nu Tempo - Espetáculo "Lembranças de uma época"

17h40 A Tua Lona - Espetáculo "Vai dar cacho na cabeça do bebê, mainha?"

19h Academia Sodança - Espetáculo "Renascer"

Beco do Amor

15h Dudu Prudente e Projeto Passe

15h 30 Madame Javali

18h Paulinho Acústico

Cortejos pelas ruas do Centro Histórico (concentração na Igreja dos Rosários dos Homens Pardos)

14h Samba de Coco da Ilha Grande 

14h30 Chegança Feminina AMI de São Cristóvão

15h Taieiras de São Cristóvão

15h30 Maracatu Asé Dori

16h00 Batalá

 Domingo - 17/11

Palco João Bebe Água (Praça São Francisco)

18h Coletivo Selváticos

20h N'Gan Daya

22h Dezarie (Ilhas Virgens)

00h Àttøøxxá

Palco Frei Santana Cecília (Praça do Carmo)

17h Alex Sant' Anna

19h Isis Broken

21h Liniker e os Caramelows

23h Oxalufã

Salão de literatura José Augusto Garcez (salão paroquial Matriz)

14h - 18h Lançamentos e venda de livros Segrase e sorteios de livros da EDUFS

Feira da Prensa "Cordel e Imprensa Alternativa"

14h "Literatura e Identidade Cultural: Caminhos por São Cristóvão" com Academia Sancristovense de Letras

15h Mesa redonda: "Sergipanidade e Baianidade: antropofagias culturais afins" - Paloma Amado, Clóvis Barbosa, Carlos Pina, Gilfrancisco, Mediação - Luiz Eduardo Oliva

16h Poetas Clandestinos: Recital de poesia feminista, anti facista e anti racista.

17h Cantando o Cordel "O Marco do Vem das Nuvens" com Eduardo Teles

Igreja do Rosário dos Homens Pardos

18h Orquestra Jovem IMS  

19h30 Dissonantes

Cine Trianon (Teatro Elic)

14h 2ª Mostra Curta-SE Festivalzinho - 68' - Livre

15h 2ª Mostra Retrô Premiados Curta-SE - Sergipanos 90'

17h Mostra Curta-SE de  Longa Metragem ( Parceria Taturama Mobi) - Censura 12 anos - Construindo Pontes (73' - Doc., BR)

Salão de Artes Visuais Viesta Vianna (Vigário Barroso)

14h Abertura do salão

14h30 FASC Convida: Artista plástico Rafael Estranho

16h Oficina de desenho com Cauê Mathias

17h Fasc Convida: "Produção e Resistência" com Shiko, Quinho e Alex Bispo.

Palco Mariano Antônio (Largo da Matriz)

15h Imbuaça - Espetáculo "A Farsa dos Opostos"

16h40 Grupo Romanceiro "O Rabicho da Geralda"

18h Espaço Formas Escola de Dança - Espetáculo "Fragmentos"

Beco do Amor

14h Bruxas do Cangaço Convidam - Batalha de Slam

15h Usina Sound

16h30 Taco de Golfe

18h Pseudobanda e O Inferno Coletivo

Cortejos pelas ruas do Centro Histórico (concentração na Igreja do Rosário dos Homens Pardos)

14h Zabumbeiros de Vó Lourdes

15h Reisado Senhor dos Passos

15h30 Samba de Coco da Paz

16h Afoxé di Preto

IGREJA NOSSA SENHORA DA VITÓRIA - MATRIZ

19H - GODÓ - O MENSAGEIRO DO VALE


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS