Fábio Sampaio expõe Domingo na Galeria Recorte

Cultura

 

Um apanhado de lembranças, com referências de som, cheiro e sabor dão o tom da nova exposição "Domingo" do artista santista Fábio Sampaio, que vive e trabalha em Aracaju, no Sergipe. A abertura da exposição será no dia 21 de novembro, a partir das 19h, na Galeria Recorte.
Na mostra, com obras desenvolvidas especialmente para essa exibição na Galeria Recorte, a temática autobiográfica se faz, resultando num apanhado de colagens, que mesclam desde objetos construídos, desenhos, bordados, assemblages e esculturas para criar esse retrato domingueiro, que, diante das vivências do artista, contextualiza as diferenças e semelhanças entre a sua cidade Natal (Santos) e a que reside (Aracaju), trazendo um retrato da riqueza cultural regional brasileira.
Sampaio, que já participou de exposições internacionais e nacionais, coletivas e individuais, exibe pela primeira vez expõe um conjunto de obras utilizando a técnica da colagem. Os trabalhos surgiram do garimpo de objetos de publicidade descartados e da pintura. O artista diz que usa da "mídia mista" para representar sua multiplicidade, vivências e questionamentos.
A abertura de "Domingos" acontece no dia 21 de novembro, a partir das 19h. No dia 23, às 17h, será realizada uma visita guiada com o artista, que falará sobre seu processo criativo e desenvolvimento dos trabalhos. A entrada é franca.

Um apanhado de lembranças, com referências de som, cheiro e sabor dão o tom da nova exposição "Domingo" do artista santista Fábio Sampaio, que vive e trabalha em Aracaju, no Sergipe. A abertura da exposição será no dia 21 de novembro, a partir das 19h, na Galeria Recorte.
Na mostra, com obras desenvolvidas especialmente para essa exibição na Galeria Recorte, a temática autobiográfica se faz, resultando num apanhado de colagens, que mesclam desde objetos construídos, desenhos, bordados, assemblages e esculturas para criar esse retrato domingueiro, que, diante das vivências do artista, contextualiza as diferenças e semelhanças entre a sua cidade Natal (Santos) e a que reside (Aracaju), trazendo um retrato da riqueza cultural regional brasileira.
Sampaio, que já participou de exposições internacionais e nacionais, coletivas e individuais, exibe pela primeira vez expõe um conjunto de obras utilizando a técnica da colagem. Os trabalhos surgiram do garimpo de objetos de publicidade descartados e da pintura. O artista diz que usa da "mídia mista" para representar sua multiplicidade, vivências e questionamentos.
A abertura de "Domingos" acontece no dia 21 de novembro, a partir das 19h. No dia 23, às 17h, será realizada uma visita guiada com o artista, que falará sobre seu processo criativo e desenvolvimento dos trabalhos. A entrada é franca.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS