Xirê da Consciência Negra acontece entre os dias 21 e 23 de novembro

Cultura

 

A Associação Cultural Alarokê promove, entre os próximos dias 21 e 23, em Aracaju e São Cristóvão/SE, o III Xirê da Consciência Negra. A iniciativa, realizada em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra - celebrado em 20 de novembro, reunirá adeptos de religiões de matriz africana, pesquisadores, integrantes do movimento negro e demais interessados da sociedade civil na luta contra o racismo e o preconceito religioso.
O evento conta com uma vasta programação, incluindo debates que envolvem memória e identidade no candomblé sergipano, uma visita educativa de escola pública ao terreiro e oficinas de dança, turbante e percussão. O objetivo é compartilhar conhecimento, fomentar o empoderamento das comunidades tradicionais e propor soluções aos problemas enfrentados na atualidade.
Na edição deste ano, o Xirê engloba o evento Egbé Ájorim, realizado em parceria com o Abassá Axé Ilê Pilão de Oxaguian, discutindo também temas como racismo de viés religioso, função social do terreiro e o papel do líder religioso na do meio ambiente.

A Associação Cultural Alarokê promove, entre os próximos dias 21 e 23, em Aracaju e São Cristóvão/SE, o III Xirê da Consciência Negra. A iniciativa, realizada em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra - celebrado em 20 de novembro, reunirá adeptos de religiões de matriz africana, pesquisadores, integrantes do movimento negro e demais interessados da sociedade civil na luta contra o racismo e o preconceito religioso.
O evento conta com uma vasta programação, incluindo debates que envolvem memória e identidade no candomblé sergipano, uma visita educativa de escola pública ao terreiro e oficinas de dança, turbante e percussão. O objetivo é compartilhar conhecimento, fomentar o empoderamento das comunidades tradicionais e propor soluções aos problemas enfrentados na atualidade.
Na edição deste ano, o Xirê engloba o evento Egbé Ájorim, realizado em parceria com o Abassá Axé Ilê Pilão de Oxaguian, discutindo também temas como racismo de viés religioso, função social do terreiro e o papel do líder religioso na do meio ambiente.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS