Adolescente é ferido por integrantes de torcida

Cidades

 

Um adolescente de 
15 anos foi grave-
mente ferido na tarde deste domingo, horas antes do jogo entre Sergipe e Confiança, pela rodada inicial do Campeonato Sergipano de Futebol. O ataque aconteceu por volta do meio-dia, em uma rua no Bairro Industrial (zona norte de Aracaju), e segundo testemunhas, foi praticado por pelo menos cinco homens que passaram por ele em um carro de cor branca e usavam camisas de uma torcida organizada do Confiança. 
O garoto levou uma pedrada na cabeça e sofreu traumatismo com afundamento de crânio. O paciente foi socorrido ao Pronto-Socorro Municipal Nestor Piva (zona oeste) e transferido para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde passou por uma cirurgia de correção do ferimento. Segundo os médicos, ele permanecia em observação no Centro Cirurgico, sem previsão de alta.  
O crime foi confirmado pela mãe do garoto. Ela relata que o filho voltava da casa de um amigo e vestia uma camisa do Sergipe, quando foi parado pelo grupo, que teria mandado a vítima tirar a camisa. O adolescente recusou-se a obedecer e resistiu quando um dos criminosos avançou para retirá-la à força. Foi o momento em que o outro agressor jogou a pedra e acertou a cabeça da vítima. O grupo fugiu logo em seguida. Quem acionou no socorro foi um amigo do adolescente que o acompanhava e tentou defendê-lo da agressão. 
O caso foi formalmente registrado em boletim de ocorrência nesta segunda-feira, na Polícia Civil que deve abrir inquérito para investigar o caso. Nenhum suspeito foi identificado.

Um adolescente de  15 anos foi grave- mente ferido na tarde deste domingo, horas antes do jogo entre Sergipe e Confiança, pela rodada inicial do Campeonato Sergipano de Futebol. O ataque aconteceu por volta do meio-dia, em uma rua no Bairro Industrial (zona norte de Aracaju), e segundo testemunhas, foi praticado por pelo menos cinco homens que passaram por ele em um carro de cor branca e usavam camisas de uma torcida organizada do Confiança. 
O garoto levou uma pedrada na cabeça e sofreu traumatismo com afundamento de crânio. O paciente foi socorrido ao Pronto-Socorro Municipal Nestor Piva (zona oeste) e transferido para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde passou por uma cirurgia de correção do ferimento. Segundo os médicos, ele permanecia em observação no Centro Cirurgico, sem previsão de alta.  
O crime foi confirmado pela mãe do garoto. Ela relata que o filho voltava da casa de um amigo e vestia uma camisa do Sergipe, quando foi parado pelo grupo, que teria mandado a vítima tirar a camisa. O adolescente recusou-se a obedecer e resistiu quando um dos criminosos avançou para retirá-la à força. Foi o momento em que o outro agressor jogou a pedra e acertou a cabeça da vítima. O grupo fugiu logo em seguida. Quem acionou no socorro foi um amigo do adolescente que o acompanhava e tentou defendê-lo da agressão. 
O caso foi formalmente registrado em boletim de ocorrência nesta segunda-feira, na Polícia Civil que deve abrir inquérito para investigar o caso. Nenhum suspeito foi identificado.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS