Custo da construção em Sergipe acumulou aumento de 1,9%, em 2019

Cidades

 

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil - SINAPI, uma produção conjunta do IBGE e da Caixa Econômica Federal, revelou que o custo médio da construção em Sergipe, por metro quadrado (m²), em dezembro de 2019, registrou aumento de 0,3%, quando comparado com o mês imediatamente anterior, novembro último. No acumulado do ano que findou, o custo registrado apresentou aumento de 1,9%.
Em termos absolutos, o custo médio por metro quadrado ficou em R$ 987,88, assinalando o menor custo do País no mês analisado, seguido de Pernambuco (R$ 1035,54) e Rio Grande do Norte (R$ 1040,49). Os estados que registraram maior custo médio foram Santa Catarina (R$ 1331,05), Rio de Janeiro (R$ 1288,96) e Acre (R$ 1287,76).

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil - SINAPI, uma produção conjunta do IBGE e da Caixa Econômica Federal, revelou que o custo médio da construção em Sergipe, por metro quadrado (m²), em dezembro de 2019, registrou aumento de 0,3%, quando comparado com o mês imediatamente anterior, novembro último. No acumulado do ano que findou, o custo registrado apresentou aumento de 1,9%.
Em termos absolutos, o custo médio por metro quadrado ficou em R$ 987,88, assinalando o menor custo do País no mês analisado, seguido de Pernambuco (R$ 1035,54) e Rio Grande do Norte (R$ 1040,49). Os estados que registraram maior custo médio foram Santa Catarina (R$ 1331,05), Rio de Janeiro (R$ 1288,96) e Acre (R$ 1287,76).

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS