Visitante de número 700 mil é recebida com comemoração no Museu da Gente Sergipana

Geral


  • O Museu da Gente Sergipe atingiu a marca de 700 mil visitantes

 

O Museu da Gente Ser
gipana Gov. Marcelo 
Déda atingiu no último sábado (18), a marca de 700 mil visitantes. Em oito anos de existência esse é o número total de pessoas vindas de diversos lugares de Sergipe, do Brasil e do mundo que não perderam a oportunidade de conhecer um pouco mais do estado em um passeio pelas instalações do museu. Nesse último ano de funcionamento, alguns recordes foram alcançados, dentre eles o maior número de visitação anual e mensal. É que 2019 foi o único ano até o momento com mais de 100 mil visitantes, sendo que somente no mês de dezembro recebeu quase 17 mil pessoas (16.955).
A tradução do que é Sergipe, seus costumes, sua história, sua cultura e seu povo são o maior e mais importante alcance do Museu da Gente Sergipana, que repercute diretamente no número crescente de visitações a cada ano. É o que reafirma a visitante de número 700 mil, Marleine Lo Khing Hiem, nascida na Indonésia, ex moradora de Aracaju e atualmente turista de Curitiba. "O Museu da Gente Sergipana é um diferencial. Existe um desconhecimento da própria história, um desrespeito às próprias coisas. E quando esse museu surge não tem como não se apaixonar, afinal ele revela Sergipe e tudo o que ele tem de mais importante", afirma Marleine.
Sobre o momento de chegada do visitante 700 mil, o supervisor Romero diz que é sempre uma espera interessante. "Quando está perto de alcançar os próximos 100 mil o setor de monitoramento de números acompanha de perto para que a gente receba esse visitante com comemoração. É uma maneira simbólica de dizer o quanto nossos visitantes são fundamentais para que o nosso trabalho seja realizado cada vez mais com excelência. E todo mundo da equipe se envolve nessa recepção diferenciada, inclusive os demais visitantes que estão no museu", explica o supervisor Romero Crispim.
Para o diretor superintendente do Instituto Banese, Ezio Déda, os números revelam a grande procura, mas principalmente estimula o crescimento do museu não apenas em números, mas em qualidade. "O Museu da Gente Sergipana expressa, de forma significativa, o que é Sergipe. E isso nos enche não só de orgulho, mas de muita responsabilidade. Temos consciência do tanto de gente já esteve aqui e sabemos que muito mais pessoas ainda virão. Portanto, o nosso trabalho é para que o encantamento pelo museu e por Sergipe cresça e que a nossa cultura, a nossa história e a nossa gente sejam cada vez mais difundidas", comemora Ezio.    
 
O museu - Inaugurado em 26 de novembro de 2011, o Museu da Gente Sergipana é o primeiro museu de multimídia interativo do norte e nordeste. É um museu totalmente tecnológico voltado para expor o acervo do patrimônio cultural material e imaterial do estado de Sergipe, através de instalações interativas e exposições itinerantes. Instalado no antigo prédio do Colégio Atheneuzinho, o museu é mantido pelo Banco do Estado de Sergipe (BANESE), Banese Card e Banese Corretora de Seguros. 
Considerado um marco histórico para o Estado de Sergipe, o museu conta com 15 espaços expográficos permanentes, além de dois de exposições temporárias. É ainda um ambiente de realização de diversos eventos culturais que já fazem parte do seu calendário anual. Completando o mergulho na alma do povo sergipano, através da culinária e do artesanato, o visitante tem ainda a sua disposição o Café da Gente e a Loja da Gente.
Durante esses oito anos de existência, o Museu da Gente Sergipana já recebeu diversos prêmios, entre eles: 'O Melhor da Arquitetura 2012'; 'Atração do Ano' pelo Guia Quatro Rodas Brasil de 2013; 'Prêmio Rodrigo de Melo Franco Andrade', concedido pelo Iphan; o 'Certificado de Excelência 2014' do site TripAdvisor. Em 2018, recebeu ainda a Ordem do Mérito Cultural, maior honraria do Ministério da Cultura, e a Comenda de Incentivo à Cultura Luís Câmara Cascudo, do Senado Federal. Além disso, já foi classificado entre os 10 melhores museus do Brasil, pelo Travellers' Choice Museus 2014. Em 2016, a Expedia, uma das maiores agências de viagens online do mundo, o indicou como um dos museus mais visitados no Brasil. E em 2018 esteve entre os cinco mais visitados do Nordeste, segundo o Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM.
O Museu da Gente Sergipana está localizado na Avenida Ivo do Prado, 398, Centro, em Aracaju, e aguarda a visita de sergipanos e turistas de terça a sexta-feira, das 10h às 16h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 15h. A entrada é gratuita.

O Museu da Gente Ser gipana Gov. Marcelo  Déda atingiu no último sábado (18), a marca de 700 mil visitantes. Em oito anos de existência esse é o número total de pessoas vindas de diversos lugares de Sergipe, do Brasil e do mundo que não perderam a oportunidade de conhecer um pouco mais do estado em um passeio pelas instalações do museu. Nesse último ano de funcionamento, alguns recordes foram alcançados, dentre eles o maior número de visitação anual e mensal. É que 2019 foi o único ano até o momento com mais de 100 mil visitantes, sendo que somente no mês de dezembro recebeu quase 17 mil pessoas (16.955).
A tradução do que é Sergipe, seus costumes, sua história, sua cultura e seu povo são o maior e mais importante alcance do Museu da Gente Sergipana, que repercute diretamente no número crescente de visitações a cada ano. É o que reafirma a visitante de número 700 mil, Marleine Lo Khing Hiem, nascida na Indonésia, ex moradora de Aracaju e atualmente turista de Curitiba. "O Museu da Gente Sergipana é um diferencial. Existe um desconhecimento da própria história, um desrespeito às próprias coisas. E quando esse museu surge não tem como não se apaixonar, afinal ele revela Sergipe e tudo o que ele tem de mais importante", afirma Marleine.
Sobre o momento de chegada do visitante 700 mil, o supervisor Romero diz que é sempre uma espera interessante. "Quando está perto de alcançar os próximos 100 mil o setor de monitoramento de números acompanha de perto para que a gente receba esse visitante com comemoração. É uma maneira simbólica de dizer o quanto nossos visitantes são fundamentais para que o nosso trabalho seja realizado cada vez mais com excelência. E todo mundo da equipe se envolve nessa recepção diferenciada, inclusive os demais visitantes que estão no museu", explica o supervisor Romero Crispim.
Para o diretor superintendente do Instituto Banese, Ezio Déda, os números revelam a grande procura, mas principalmente estimula o crescimento do museu não apenas em números, mas em qualidade. "O Museu da Gente Sergipana expressa, de forma significativa, o que é Sergipe. E isso nos enche não só de orgulho, mas de muita responsabilidade. Temos consciência do tanto de gente já esteve aqui e sabemos que muito mais pessoas ainda virão. Portanto, o nosso trabalho é para que o encantamento pelo museu e por Sergipe cresça e que a nossa cultura, a nossa história e a nossa gente sejam cada vez mais difundidas", comemora Ezio.    

O museu - Inaugurado em 26 de novembro de 2011, o Museu da Gente Sergipana é o primeiro museu de multimídia interativo do norte e nordeste. É um museu totalmente tecnológico voltado para expor o acervo do patrimônio cultural material e imaterial do estado de Sergipe, através de instalações interativas e exposições itinerantes. Instalado no antigo prédio do Colégio Atheneuzinho, o museu é mantido pelo Banco do Estado de Sergipe (BANESE), Banese Card e Banese Corretora de Seguros. 
Considerado um marco histórico para o Estado de Sergipe, o museu conta com 15 espaços expográficos permanentes, além de dois de exposições temporárias. É ainda um ambiente de realização de diversos eventos culturais que já fazem parte do seu calendário anual. Completando o mergulho na alma do povo sergipano, através da culinária e do artesanato, o visitante tem ainda a sua disposição o Café da Gente e a Loja da Gente.
Durante esses oito anos de existência, o Museu da Gente Sergipana já recebeu diversos prêmios, entre eles: 'O Melhor da Arquitetura 2012'; 'Atração do Ano' pelo Guia Quatro Rodas Brasil de 2013; 'Prêmio Rodrigo de Melo Franco Andrade', concedido pelo Iphan; o 'Certificado de Excelência 2014' do site TripAdvisor. Em 2018, recebeu ainda a Ordem do Mérito Cultural, maior honraria do Ministério da Cultura, e a Comenda de Incentivo à Cultura Luís Câmara Cascudo, do Senado Federal. Além disso, já foi classificado entre os 10 melhores museus do Brasil, pelo Travellers' Choice Museus 2014. Em 2016, a Expedia, uma das maiores agências de viagens online do mundo, o indicou como um dos museus mais visitados no Brasil. E em 2018 esteve entre os cinco mais visitados do Nordeste, segundo o Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM.
O Museu da Gente Sergipana está localizado na Avenida Ivo do Prado, 398, Centro, em Aracaju, e aguarda a visita de sergipanos e turistas de terça a sexta-feira, das 10h às 16h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 15h. A entrada é gratuita.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS