PM apreende 500 quilos de maconha em caminhão

Geral


  • Policiais comemoram apreensão de meia tonelada de maconha em Socorro

 

Gabriel Damásio
Policiais militares do 
Batalhão de Radio
patrulha (BPRp) fizeram nesta segunda-feira a maior apreensão de drogas do ano: cerca de 500 quilos de maconha, que estavam escondidos em um caminhão-baú com placas de São Paulo. O veículo estava parado em um posto de gasolina na altura do Loteamento Guajará, em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju). Dois homens que levavam a carga foram presos. A suspeita é de que a droga estava sendo trazida do Paraguai e seria distribuída em Aracaju e outras capitais do Nordeste.
A abordagem aconteceu a partir de uma denúncia anônima. Segundo o tenente-coronel George Melo, comandante do BPRp, equipes da unidade foram informadas que dois homens estavam em atitude suspeita num veículo que estava parado num posto de combustíveis na entrada do Loteamento Guajará. Ele explicou que o local, à noite, é considerado ermo e perigoso, com pouca movimentação de pessoas. Ao ser abordado, o condutor apresentou bastante ansiedade e afirmou que realizava uma mudança para o estado do Piauí. 
"Diante do nervosismo que ele esboçou, foi realizada uma vistoria no interior do caminhão e os policiais encontraram, aproximadamente, meia tonelada de maconha. Ele disse depois que não tinha conhecimento dessa carga e que o responsável pela entrega iria pagar cerca de R$ 1.500 para levar essa mudança", disse George, acrescentando que ele não revelou a quem faria a entrega dessas cargas. O oficial acredita havia uma quantidade de drogas bem maior no caminhão e que os suspeitos vinham realizando entregas, antes de chegar aqui em Sergipe. "Pela cor das embalagens, deveria acontecer ainda mais duas entregas", suspeitou.
O suspeito também disse que já foi policial militar em São Paulo, mas a real identidade dos dois suspeitos ainda está sendo investigada, pois sois familiares deles teriam se recusado a apresentar suas documentações originais, Todo o material apreendido foi levado ao Departamento de Narcóticos (Denarc), que vai abrir inquérito para identificar a origem e o destino da droga apreendida. Os dois homens presos foram autuados em flagrante por tráfico interestadual de drogas. "A Polícia Militar de Sergipe está bastante atenta. Tudo de anormal que passar aqui a gente vai verificar, como aconteceu ontem e, caso seja comprovada a irregularidade, nós efetuaremos a prisão dos suspeitos", disse o oficial.

Gabriel Damásio

Policiais militares do  Batalhão de Radio patrulha (BPRp) fizeram nesta segunda-feira a maior apreensão de drogas do ano: cerca de 500 quilos de maconha, que estavam escondidos em um caminhão-baú com placas de São Paulo. O veículo estava parado em um posto de gasolina na altura do Loteamento Guajará, em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju). Dois homens que levavam a carga foram presos. A suspeita é de que a droga estava sendo trazida do Paraguai e seria distribuída em Aracaju e outras capitais do Nordeste.
A abordagem aconteceu a partir de uma denúncia anônima. Segundo o tenente-coronel George Melo, comandante do BPRp, equipes da unidade foram informadas que dois homens estavam em atitude suspeita num veículo que estava parado num posto de combustíveis na entrada do Loteamento Guajará. Ele explicou que o local, à noite, é considerado ermo e perigoso, com pouca movimentação de pessoas. Ao ser abordado, o condutor apresentou bastante ansiedade e afirmou que realizava uma mudança para o estado do Piauí. 
"Diante do nervosismo que ele esboçou, foi realizada uma vistoria no interior do caminhão e os policiais encontraram, aproximadamente, meia tonelada de maconha. Ele disse depois que não tinha conhecimento dessa carga e que o responsável pela entrega iria pagar cerca de R$ 1.500 para levar essa mudança", disse George, acrescentando que ele não revelou a quem faria a entrega dessas cargas. O oficial acredita havia uma quantidade de drogas bem maior no caminhão e que os suspeitos vinham realizando entregas, antes de chegar aqui em Sergipe. "Pela cor das embalagens, deveria acontecer ainda mais duas entregas", suspeitou.
O suspeito também disse que já foi policial militar em São Paulo, mas a real identidade dos dois suspeitos ainda está sendo investigada, pois sois familiares deles teriam se recusado a apresentar suas documentações originais, Todo o material apreendido foi levado ao Departamento de Narcóticos (Denarc), que vai abrir inquérito para identificar a origem e o destino da droga apreendida. Os dois homens presos foram autuados em flagrante por tráfico interestadual de drogas. "A Polícia Militar de Sergipe está bastante atenta. Tudo de anormal que passar aqui a gente vai verificar, como aconteceu ontem e, caso seja comprovada a irregularidade, nós efetuaremos a prisão dos suspeitos", disse o oficial.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS