Ligação da BR 101 a Santa Gleide poderá sair em seis meses

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 16/02/2013 às 09:56:00

Cândida Oliveira

Paralisada desde novembro passado, a obra que ligará a avenida Santa Gleide a BR 101, passando por Nossa Senhora do Socorro, deve reiniciar até o final do mês de fevereiro. Segundo o assessor de comunicação da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), Flávio Lima, o motivo no atraso da obra foi a falta de escritura de alguns imóveis que precisavam ser desapropriados.

"Das 110 desapropriações, 107 já foram concluídas", garantiu Lima. Grande parte dos imóveis possuía apenas 'contrato de gaveta'. Foi necessário que a justiça avaliasse todos os casos, para que só assim, liberasse um documento chamado de 'Imissão de Posse'. Com a emissão desse documento, o Governo do Estado realizou as desapropriações. Ainda de acordo com o assessor de comunicação, os três imóveis que faltam desapropriar não impedirão o andamento da obra. Apenas em desapropriações, o Governo do Estado pagou R$ 7.060.708,74.

A empresa responsável pela obra é a Torre Empreendimentos Rurais e Construção. Flávio Lima informou que 60% da construção da nova via precisa ser concluída, mas a previsão é que a rodovia seja entregue a população em seis meses.  Mesmo com o atraso, o projeto não será alterado. A construção está orçada em R$ 10,8 milhões, sendo recursos próprios do Estado. A nova via contará com duas pistas, de nove metros cada, canteiro central e iluminação.

A obra configurará uma via de acesso a partir do viaduto em direção a Itabaiana, na BR-235, percorrendo as imediações dos povoados Sobrado, Santa Cecília, Boa Viagem, Parque São José e Nossa Senhora de Fátima, numa extensão de quatro quilômetros.
As construtoras já estão de olho na região. Às margens da via haverá um novo conjunto habitacional que fará parte do programa Minha Casa, Minha Vida. O conjunto terá 1.600 casas. É praticamente um novo bairro surgindo.

Denúncia - O diretor do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária (DER), Antônio José Vasconcelos, denunciou que ladrões derrubaram postes e roubaram as lâmpadas do sistema de iluminação pública da avenida. Um ofício já foi enviado à Secretaria de Segurança Pública pedindo que o caso seja apurado.