CBF priorizará os certames estaduais

Esporte


  • O presidente da FSF, Milton Dantas foi informado por Rogério Caboclo que a CBF priorizará os certames estaduais e regionais

 

Em meio às indefini
ções quanto ao calen
dário brasileiro, para a sequência da temporada 2020, já que ainda não se sabe por quanto tempo os campeonatos estaduais ficarão paralisados, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF),deve apresentar nos próximos dias, uma saída para o futebol brasileiro. Uma dessas atitudes é a valorização dos campeonatos estaduais, em detrimento do Brasileirão.
O presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, tem mantido contatos constantes com o presidente da CBF, Rogério Caboclo e esse tem informado o que a entidade pretende fazer no futuro, como uma solução para a crise.  
- A crise é gravíssima. Não podemos prever o que pode acontecer. O que tenho ouvido das autoridades de saúde é que o pior está por vir. Teremos agravamento nos próximos 30 dias. Então, em termos de futebol sergipano, não podemos tomar nenhuma decisão, pelo menos durante esta semana. Tenho uma reunião na próxima semana com os clubes do quadrangular, mas até agora, nada podemos antecipar. Não sabemos o que vai acontecer daqui para frente - comentou Milton Dantas. 
Semana passada, Milton Dantas se reuniu com Rogério Caboclo e outros presidentes de federações, na CBF, e o presidente da CBF confirmou que vai fazer alterações no Campeonato Brasileiro.A ideia é deixar que os campeonatos estaduais terminem normalmente e fazer um Campeonato Brasileiro mais enxuto, para não estender o calendário.
 - O presidente Rogério Caboclo deve convocar um novo arbitral e vai mudar o formato dos brasileiros. Mas deixou transparecer na reunião, que vai valorizar os certames estaduais. Ele quer que os estaduais cheguem ao final normalmente, sejam escolhidos os campeões estaduais, o mesmo acontecendo com a Copa do Nordeste e Copa do Brasil, para depois se pensar em um novo formato para os campeonatos brasileiros, caso essa crise do coronavírus venha a se estender - concluiu Milton Dantas.
O presidente se propôs a diminuir as datas do Brasileiro, para dar oportunidade a todos os estaduais. Os estaduais, independente de qualquer coisa serão concluídos depois da crise. 

Em meio às indefini ções quanto ao calen dário brasileiro, para a sequência da temporada 2020, já que ainda não se sabe por quanto tempo os campeonatos estaduais ficarão paralisados, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF),deve apresentar nos próximos dias, uma saída para o futebol brasileiro. Uma dessas atitudes é a valorização dos campeonatos estaduais, em detrimento do Brasileirão.
O presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, tem mantido contatos constantes com o presidente da CBF, Rogério Caboclo e esse tem informado o que a entidade pretende fazer no futuro, como uma solução para a crise.  
- A crise é gravíssima. Não podemos prever o que pode acontecer. O que tenho ouvido das autoridades de saúde é que o pior está por vir. Teremos agravamento nos próximos 30 dias. Então, em termos de futebol sergipano, não podemos tomar nenhuma decisão, pelo menos durante esta semana. Tenho uma reunião na próxima semana com os clubes do quadrangular, mas até agora, nada podemos antecipar. Não sabemos o que vai acontecer daqui para frente - comentou Milton Dantas. 
Semana passada, Milton Dantas se reuniu com Rogério Caboclo e outros presidentes de federações, na CBF, e o presidente da CBF confirmou que vai fazer alterações no Campeonato Brasileiro.A ideia é deixar que os campeonatos estaduais terminem normalmente e fazer um Campeonato Brasileiro mais enxuto, para não estender o calendário.
 - O presidente Rogério Caboclo deve convocar um novo arbitral e vai mudar o formato dos brasileiros. Mas deixou transparecer na reunião, que vai valorizar os certames estaduais. Ele quer que os estaduais cheguem ao final normalmente, sejam escolhidos os campeões estaduais, o mesmo acontecendo com a Copa do Nordeste e Copa do Brasil, para depois se pensar em um novo formato para os campeonatos brasileiros, caso essa crise do coronavírus venha a se estender - concluiu Milton Dantas.
O presidente se propôs a diminuir as datas do Brasileiro, para dar oportunidade a todos os estaduais. Os estaduais, independente de qualquer coisa serão concluídos depois da crise. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS