Ernan Sena justifica atitude da diretoria Ernan Sena justifica atitude da diretoria

Esporte

 

A decisão da diretoria 
do Sergipe, em res
cindir o contrato com 23 jogadores do elenco profissionais, como não poderia deixar de ser, foi recebida com certa surpresa e considerada uma atitude polêmica e precipitada. Alguns torcedores apoiaram a medida, outros, no entanto, não pouparam as críticas. 
Mas o presidente Ernan Sena justificou a atitude com poucas palavras: "Para nós, era a única saída. Com a situação atual de indefinição, campeonato suspenso, sem receita, sem previsão de reinicio, não tínhamos como manter os atletas por tempo indeterminado", justificou.
Ernan Sena disse ainda, não se tratar de desistência, mas sim uma atitude para defender o patrimônio do clube. "Não é uma desistência. É uma precaução financeira. Não temos dinheiro para manter. Não sabemos se o campeonato vai voltar e se voltar, quando isso vai acontecer. Essa decisão foi a que entendemos ser a mais correta".
O presidente disse é que bom deixar bem claro, que o Sergipe não está desistindo do campeonato. Existe a possibilidade de uma reunião entre o presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), Milton Dantas e os dirigentes de clubes do quadrangular. Ernan Sena acredita que se a decisão dessa reunião for prosseguir o campeonato, com certeza será dado um tempo para as equipes se reorganizarem."Se voltar o estadual, a FSF tem que reabrir um prazo para contratação, tem que dar tempo para treinamento, tem que haver várias medidas".
O presidente do Sergipe defende que a melhor saída mesmo é se encerrar esta a competição e o preenchimento das vagas para as competições nacionais em 2021, seja aplicada a classificação geral, atual do campeonato.
 - O Campeonato já estava bem adiantado, já temos os clubes rebaixados, já temos uma classificação geral bem definida. A classificação geral tem que ser respeitada", concluiu o dirigente.

A decisão da diretoria  do Sergipe, em res cindir o contrato com 23 jogadores do elenco profissionais, como não poderia deixar de ser, foi recebida com certa surpresa e considerada uma atitude polêmica e precipitada. Alguns torcedores apoiaram a medida, outros, no entanto, não pouparam as críticas. 
Mas o presidente Ernan Sena justificou a atitude com poucas palavras: "Para nós, era a única saída. Com a situação atual de indefinição, campeonato suspenso, sem receita, sem previsão de reinicio, não tínhamos como manter os atletas por tempo indeterminado", justificou.
Ernan Sena disse ainda, não se tratar de desistência, mas sim uma atitude para defender o patrimônio do clube. "Não é uma desistência. É uma precaução financeira. Não temos dinheiro para manter. Não sabemos se o campeonato vai voltar e se voltar, quando isso vai acontecer. Essa decisão foi a que entendemos ser a mais correta".
O presidente disse é que bom deixar bem claro, que o Sergipe não está desistindo do campeonato. Existe a possibilidade de uma reunião entre o presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), Milton Dantas e os dirigentes de clubes do quadrangular. Ernan Sena acredita que se a decisão dessa reunião for prosseguir o campeonato, com certeza será dado um tempo para as equipes se reorganizarem."Se voltar o estadual, a FSF tem que reabrir um prazo para contratação, tem que dar tempo para treinamento, tem que haver várias medidas".
O presidente do Sergipe defende que a melhor saída mesmo é se encerrar esta a competição e o preenchimento das vagas para as competições nacionais em 2021, seja aplicada a classificação geral, atual do campeonato.
 - O Campeonato já estava bem adiantado, já temos os clubes rebaixados, já temos uma classificação geral bem definida. A classificação geral tem que ser respeitada", concluiu o dirigente.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS