Profissionais do Huse são treinados para atuação na unidade de atendimento crítico da Covid

Geral


  • Vinte e cinco técnicos de enfermagem, cinco enfermeiros, dois médicos e cinco fisioterapeutas estão sendo capacitados nos protocolos clínicos do Ministério da Saúde para o enfrentamento da doença

 

A equipe multiprofissional que vai atuar no atendimento dos pacientes vítimas da Covid-19 na Unidade de Apoio Crítico (UAC), no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), já iniciou o treinamento. Vinte e cinco técnicos de enfermagem, cinco enfermeiros, dois médicos e cinco fisioterapeutas estão sendo capacitados nos protocolos clínicos do Ministério da Saúde para o enfrentamento da doença. Eles tamém recebem instruções sobre segurança durante os atendimentos referentes à Covid-19.
As instruções vão desde a higienização das mãos até o descarte dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizados pelos profissionais.
De acordo com o diretor técnico do Huse, Wagner Andrade, está tudo dentro da normalidade para o funcionamento. "A UAC para a Covid-19 já está pronta e, agora, estamos treinando os profissionais sobre medidas de paramentação, higienização, intubação, como atender o paciente infectado no leito, entre outras técnicas. Tudo isso com planejamento e organização conseguimos aumentar o nosso número de leitos para pacientes vítimas da Covid-19", salientou o diretor.
 "A meta é levar informações e instruções corretas para os profissionais que devem estar preparados para enfrentar os desafios durante a pandemia. Quando o paciente der entrada de forma mais grave do vírus, vai precisar ser mantido na terapia intensiva para que a equipe investigue criteriosamente o quadro, por isso, é importante ter profissionais capacitados para garantir o sucesso no tratamento", disse a gerente da Área Vermelha do Huse, Tayná Santos. 

A equipe multiprofissional que vai atuar no atendimento dos pacientes vítimas da Covid-19 na Unidade de Apoio Crítico (UAC), no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), já iniciou o treinamento. Vinte e cinco técnicos de enfermagem, cinco enfermeiros, dois médicos e cinco fisioterapeutas estão sendo capacitados nos protocolos clínicos do Ministério da Saúde para o enfrentamento da doença. Eles tamém recebem instruções sobre segurança durante os atendimentos referentes à Covid-19.
As instruções vão desde a higienização das mãos até o descarte dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizados pelos profissionais.
De acordo com o diretor técnico do Huse, Wagner Andrade, está tudo dentro da normalidade para o funcionamento. "A UAC para a Covid-19 já está pronta e, agora, estamos treinando os profissionais sobre medidas de paramentação, higienização, intubação, como atender o paciente infectado no leito, entre outras técnicas. Tudo isso com planejamento e organização conseguimos aumentar o nosso número de leitos para pacientes vítimas da Covid-19", salientou o diretor.
 "A meta é levar informações e instruções corretas para os profissionais que devem estar preparados para enfrentar os desafios durante a pandemia. Quando o paciente der entrada de forma mais grave do vírus, vai precisar ser mantido na terapia intensiva para que a equipe investigue criteriosamente o quadro, por isso, é importante ter profissionais capacitados para garantir o sucesso no tratamento", disse a gerente da Área Vermelha do Huse, Tayná Santos. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS