SSP recebe cerca de 450 mil munições de armas de fogo

Geral


  • COMPRA FOI FEITA COM RECURSOS LIBERADOS PELO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA

  • Munições recebidas pela SSP

 

Cerca de 450 mil munições foram entregues em Sergipe para a Secretaria da Segurança Pública (SSP) e serão destinadas para a Polícia Militar e Polícia Civil. A compra foi possível após recursos firmados com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, com investimentos em várias áreas, a exemplo da compra de pistolas, veículos, coletes, equipamentos e mobiliário. 
As munições são adequadas para o uso em armas de fogo como pistolas, escopetas e fuzis e serão utilizadas por diversas unidades operacionais das forças de Segurança Pública em Sergipe. Nessa quinta-feira, a Polícia Militar começou o processo de transporte destas munições e seguirá nos próximos dias. No total, serão entregues cerca de 220 mil munições para a Polícia Militar sergipana. 
Segundo o coronel Carlos Rolemberg, chefe da seção de Logística e Suprimentos da PM (PM-4), as munições atendem um processo de planejamento importante de modernização dos equipamentos da tropa. "Pela nossa previsão, estaremos renovando o arsenal de munições de toda a tropa e de policiais que têm armas cedidas pela Corporação", afirmou o oficial, destacando que outro ponto importante é a entrega nos próximos dias de 1.090 coletes balísticos, que dará continuidade ao processo de modernização dos equipamentos destinados aos policiais. 
Investimento - A Secretaria da Segurança Pública de Sergipe conseguiu atender exigências do Governo Federal para aplicar na reestruturação das suas Instituições. No total, serão investidos nos próximos meses cerca de R$ 31 milhões na aquisição dos equipamentos. 
O Fundo Nacional de Segurança Pública tem como objetivo garantir recursos para apoiar projetos, atividades e ações nas áreas de segurança pública e de prevenção à violência, seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Segurança Pública e Defesa Social.Segundo a assessora de Planejamento da SSP, a agente de polícia Alessandra Fabiana, foram angariados exatos R$ 31.402.524,08 de recursos, sendo R$ 11.198.404,00 por meio do Fundo a Fundo e R$ 20.204.120,08 com a celebração de convênios federais, ambos com o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).
Diferente de várias unidades da Federação, Sergipe conseguiu cumprir com as exigências previstas em lei federal para o recebimento dos recursos. "Houve inclusive um aditivo dos valores inicialmente previstos, alcançando os patamares conforme os eixos definidos pelo MJSP", explica Alessandra.
Os cerca de R$ 11 milhões do Fundo Nacional da Segurança Pública serão destinados para o enfrentamento à criminalidade e valorização profissional dos servidores da Segurança Pública.  O reconhecimento passa pela consolidação e investimento numa rede que trata do atendimento psicossocial dos servidores da Segurança Pública. A ideia é realizar um investimento no Centro Integrado de Atenção Psicossocial (Ciaps), a fim de desenvolver ações voltadas à prevenção de saúde e manejo de estresse.
Os quase R$ 20 milhões firmados em convênios garantem a compra de novas viaturas para o policiamento ostensivo da PM e os serviços do Corpo de Bombeiros, a exemplo da compra de motos aquáticas e equipamentos operacionais. Prevê ainda aquisição de coletes e munições para a Polícia Civil e equipamentos de informática e mobiliário para a Coordenadoria Geral de Perícias.

Cerca de 450 mil munições foram entregues em Sergipe para a Secretaria da Segurança Pública (SSP) e serão destinadas para a Polícia Militar e Polícia Civil. A compra foi possível após recursos firmados com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, com investimentos em várias áreas, a exemplo da compra de pistolas, veículos, coletes, equipamentos e mobiliário. 
As munições são adequadas para o uso em armas de fogo como pistolas, escopetas e fuzis e serão utilizadas por diversas unidades operacionais das forças de Segurança Pública em Sergipe. Nessa quinta-feira, a Polícia Militar começou o processo de transporte destas munições e seguirá nos próximos dias. No total, serão entregues cerca de 220 mil munições para a Polícia Militar sergipana. 
Segundo o coronel Carlos Rolemberg, chefe da seção de Logística e Suprimentos da PM (PM-4), as munições atendem um processo de planejamento importante de modernização dos equipamentos da tropa. "Pela nossa previsão, estaremos renovando o arsenal de munições de toda a tropa e de policiais que têm armas cedidas pela Corporação", afirmou o oficial, destacando que outro ponto importante é a entrega nos próximos dias de 1.090 coletes balísticos, que dará continuidade ao processo de modernização dos equipamentos destinados aos policiais. 

Investimento - A Secretaria da Segurança Pública de Sergipe conseguiu atender exigências do Governo Federal para aplicar na reestruturação das suas Instituições. No total, serão investidos nos próximos meses cerca de R$ 31 milhões na aquisição dos equipamentos. 
O Fundo Nacional de Segurança Pública tem como objetivo garantir recursos para apoiar projetos, atividades e ações nas áreas de segurança pública e de prevenção à violência, seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Segurança Pública e Defesa Social.Segundo a assessora de Planejamento da SSP, a agente de polícia Alessandra Fabiana, foram angariados exatos R$ 31.402.524,08 de recursos, sendo R$ 11.198.404,00 por meio do Fundo a Fundo e R$ 20.204.120,08 com a celebração de convênios federais, ambos com o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).
Diferente de várias unidades da Federação, Sergipe conseguiu cumprir com as exigências previstas em lei federal para o recebimento dos recursos. "Houve inclusive um aditivo dos valores inicialmente previstos, alcançando os patamares conforme os eixos definidos pelo MJSP", explica Alessandra.
Os cerca de R$ 11 milhões do Fundo Nacional da Segurança Pública serão destinados para o enfrentamento à criminalidade e valorização profissional dos servidores da Segurança Pública.  O reconhecimento passa pela consolidação e investimento numa rede que trata do atendimento psicossocial dos servidores da Segurança Pública. A ideia é realizar um investimento no Centro Integrado de Atenção Psicossocial (Ciaps), a fim de desenvolver ações voltadas à prevenção de saúde e manejo de estresse.
Os quase R$ 20 milhões firmados em convênios garantem a compra de novas viaturas para o policiamento ostensivo da PM e os serviços do Corpo de Bombeiros, a exemplo da compra de motos aquáticas e equipamentos operacionais. Prevê ainda aquisição de coletes e munições para a Polícia Civil e equipamentos de informática e mobiliário para a Coordenadoria Geral de Perícias.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS