PMA começa a capacitar mais 30 médicos que irão atuar no HCamp

Cidades

 

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) iniciou ontem a capacitação de mais 30 profissionais médicos para atuação no Hospital de Campanha. Os profissionais possuem CRM provisório, após o Conselho Regional de Medicina de Sergipe (Cremese) cumprir determinação judicial de emitir o registro temporário para viabilizar a contratação de médicos aptos a atuar formados no exterior, mas que ainda não possuem o Revalida.
A coordenadora do Centro de Educação Permanente em Saúde (Ceps/SMS), Jane Curbani, explica que os profissionais serão treinados diariamente e que receberão todas as orientações de como agir nas mais diferentes situações."O Ceps continua sua missão de qualificar os profissionais que estão prestando atendimento nesta pandemia, porque acreditamos que quanto mais capacitados os nossos profissionais, mais humanizados serão os nossos atendimentos. Hoje, apresentamos os protocolos de atendimentos aos médicos que se formaram no exterior e a partir de amanhã [30] vamos abordar situações práticas, como técnicas de intubação e a forma correta de fazer a paramentação e a desparamentação, que são os momentos onde há maior risco de contaminação da doença", detalhou a coordenadora.
O médico responsável pela rede de atendimento aos pacientes com covid-19 na rede municipal de saúde da capital, Flávio Arcângelis, explica que essas capacitações são adequadas tanto para aqueles que têm experiência clínica e que já atuam em outros lugares, quanto para aqueles que estão chegando para atuar no HCamp.
"Com a abrangência desses protocolos, esperamos garantir um bom andamento do trabalho no Hospital de Campanha de Aracaju. Estamos, hoje, finalizando mais uma etapa de formação dos novos médicos que estão chegando, conversamos sobre o fluxo de atendimentos, as condutas clínicas e o nosso manejo clínico interno no Hospital. Discutimos a capacidade instalada, em cada ala do Hospital, e o que nós podemos ou não fazer. Enfim, vamos tentar abordar os principais pontos que permeiam nosso trabalho no cotidiano do HCamp", afirma Flávio.
De acordo com a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, a contratação desses profissionais começou já nesta segunda, mas, paralelamente, há ainda a contratação dos médicos indicados pelo Cremese. "Recebemos um e-mail do Cremese com uma lista de 115 médicos, dos quais 59 já estariam aptos a atuar. Diante disso, entramos em contato com cada um desses profissionais, enviamos o edital de contratação e solicitamos que eles comparecessem à SMS portando toda a documentação para que pudéssemos dar andamento às contratações", destacou Waneska.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) iniciou ontem a capacitação de mais 30 profissionais médicos para atuação no Hospital de Campanha. Os profissionais possuem CRM provisório, após o Conselho Regional de Medicina de Sergipe (Cremese) cumprir determinação judicial de emitir o registro temporário para viabilizar a contratação de médicos aptos a atuar formados no exterior, mas que ainda não possuem o Revalida.
A coordenadora do Centro de Educação Permanente em Saúde (Ceps/SMS), Jane Curbani, explica que os profissionais serão treinados diariamente e que receberão todas as orientações de como agir nas mais diferentes situações."O Ceps continua sua missão de qualificar os profissionais que estão prestando atendimento nesta pandemia, porque acreditamos que quanto mais capacitados os nossos profissionais, mais humanizados serão os nossos atendimentos. Hoje, apresentamos os protocolos de atendimentos aos médicos que se formaram no exterior e a partir de amanhã [30] vamos abordar situações práticas, como técnicas de intubação e a forma correta de fazer a paramentação e a desparamentação, que são os momentos onde há maior risco de contaminação da doença", detalhou a coordenadora.
O médico responsável pela rede de atendimento aos pacientes com covid-19 na rede municipal de saúde da capital, Flávio Arcângelis, explica que essas capacitações são adequadas tanto para aqueles que têm experiência clínica e que já atuam em outros lugares, quanto para aqueles que estão chegando para atuar no HCamp.
"Com a abrangência desses protocolos, esperamos garantir um bom andamento do trabalho no Hospital de Campanha de Aracaju. Estamos, hoje, finalizando mais uma etapa de formação dos novos médicos que estão chegando, conversamos sobre o fluxo de atendimentos, as condutas clínicas e o nosso manejo clínico interno no Hospital. Discutimos a capacidade instalada, em cada ala do Hospital, e o que nós podemos ou não fazer. Enfim, vamos tentar abordar os principais pontos que permeiam nosso trabalho no cotidiano do HCamp", afirma Flávio.
De acordo com a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, a contratação desses profissionais começou já nesta segunda, mas, paralelamente, há ainda a contratação dos médicos indicados pelo Cremese. "Recebemos um e-mail do Cremese com uma lista de 115 médicos, dos quais 59 já estariam aptos a atuar. Diante disso, entramos em contato com cada um desses profissionais, enviamos o edital de contratação e solicitamos que eles comparecessem à SMS portando toda a documentação para que pudéssemos dar andamento às contratações", destacou Waneska.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS