Templos permanecem fechados e salões serão abertos com restrições

Geral


  • O governador Belivaldo Chagas durante a entrevista coletiva

 

O governador Belival
do Chagas anunciou 
ontem, em coletiva de imprensa no Palácio dos Despachos, a continuidade da proibição de funcionamento de templos e atividades religiosas, nos quatros municípios da Grande Aracaju, por meio do Decreto Nº 40.623, que será publicado na edição de amanhã do Diário Oficial do Estado.  A decisão foi tomada, após avaliação dos números relativos ao novo coronavírus nestas cidades, com o Comitê Gestor de Retomada Econômica (Cogere) e o Comitê Gestor de Emergência (CGE). 
Ainda na decisão, foi autorizada a abertura de salões de beleza, barbearias e de higiene, na Barra dos Coqueiros, Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, mas limitadas em 50% e durante apenas três dias da semana. "Esses municípios juntos representam 42% da população de Sergipe, que tem 71% dos casos confirmados e 60% dos óbitos. Eu não tenho como flexibilizar a questão relacionada aos templos religiosos, mas em relação aos salões de beleza e barbearias nessas localidades, teremos sim a retomada das atividades, em apenas 3 dias da semana: terça, quinta e sábado", disse o governador Belivaldo Chagas. 
O Decreto homologa a Resolução n.º 02/2020, do Cogere. Com isso, as atividades religiosas, como templos e igrejas de qualquer credo ou rito para os municípios da região metropolitana, ficam alteradas para a fase Amarela do Plano de Retomada da Economia, em razão dos critérios de contágio e risco de aglomeração. "Ficou decidido que nesses quatro municípios, não vamos permitir a reabertura em hipótese alguma. Enquanto a gente tiver esse número alto de casos nesses quatro municípios e, lamentavelmente, o número baixíssimo de isolamento social, a gente vai colocar esses municípios para a segunda fase, que é a fase da bandeira Amarela", pontuou Belivaldo.   
Pelo documento, a partir do dia 2 de julho, fica autorizada as atividades de salões de beleza, barbearias e higiene pessoal para os municípios de Aracaju, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, condicionado o funcionamento às terças-feiras, quintas-feiras e sábados, mediante os protocolos sanitários individualizados por segmento econômico, constantes da Portaria n.º 86/2020, de 26 de junho de 2020, daSecretaria de Estado da Saúde (SES).
Atualmente, o Plano de Retomada Econômica encontra-se na fase Laranja, para todo o estado, no qual está autorizada a abertura de clínicas e consultórios de odontologia, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia e terapia ocupacional, bem como serviços especializados de podologia; demais escritórios de prestadores de serviços e serviços em geral (publicidade, agências de viagem etc); operadores turísticos e atividades de treinamento de desporto profissional; lojas de cosmético, perfumaria e higiene pessoal, somadas a livraria, comércios de artigos de escritórios e papelaria. Além disso, templos e atividades religiosas, limitados a 30%; salões de beleza, barbearias e de higiene pessoal estão autorizados a funcionar, com exceção dos municípios da Grande Aracaju. 
"Temos que continuar protegendo a vida das pessoas, mas sei que podemos pensar na inclusão social, economia e financeira de modo geral. E por isso, nós estamos fazendo essa retomada, de forma gradual, responsável, com todo cuidado o mundo", finalizou o governador. Nos dias 13 e 14 de julho, o cenário e os dados da pandemia no estado voltarão a ser discutidos pelos comitês gestores de Retomada Econômica e de Emergência, para deliberar sobre o Plano de Retomada Econômica.

O governador Belival do Chagas anunciou  ontem, em coletiva de imprensa no Palácio dos Despachos, a continuidade da proibição de funcionamento de templos e atividades religiosas, nos quatros municípios da Grande Aracaju, por meio do Decreto Nº 40.623, que será publicado na edição de amanhã do Diário Oficial do Estado.  A decisão foi tomada, após avaliação dos números relativos ao novo coronavírus nestas cidades, com o Comitê Gestor de Retomada Econômica (Cogere) e o Comitê Gestor de Emergência (CGE). 
Ainda na decisão, foi autorizada a abertura de salões de beleza, barbearias e de higiene, na Barra dos Coqueiros, Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, mas limitadas em 50% e durante apenas três dias da semana. "Esses municípios juntos representam 42% da população de Sergipe, que tem 71% dos casos confirmados e 60% dos óbitos. Eu não tenho como flexibilizar a questão relacionada aos templos religiosos, mas em relação aos salões de beleza e barbearias nessas localidades, teremos sim a retomada das atividades, em apenas 3 dias da semana: terça, quinta e sábado", disse o governador Belivaldo Chagas. 
O Decreto homologa a Resolução n.º 02/2020, do Cogere. Com isso, as atividades religiosas, como templos e igrejas de qualquer credo ou rito para os municípios da região metropolitana, ficam alteradas para a fase Amarela do Plano de Retomada da Economia, em razão dos critérios de contágio e risco de aglomeração. "Ficou decidido que nesses quatro municípios, não vamos permitir a reabertura em hipótese alguma. Enquanto a gente tiver esse número alto de casos nesses quatro municípios e, lamentavelmente, o número baixíssimo de isolamento social, a gente vai colocar esses municípios para a segunda fase, que é a fase da bandeira Amarela", pontuou Belivaldo.   
Pelo documento, a partir do dia 2 de julho, fica autorizada as atividades de salões de beleza, barbearias e higiene pessoal para os municípios de Aracaju, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, condicionado o funcionamento às terças-feiras, quintas-feiras e sábados, mediante os protocolos sanitários individualizados por segmento econômico, constantes da Portaria n.º 86/2020, de 26 de junho de 2020, daSecretaria de Estado da Saúde (SES).
Atualmente, o Plano de Retomada Econômica encontra-se na fase Laranja, para todo o estado, no qual está autorizada a abertura de clínicas e consultórios de odontologia, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia e terapia ocupacional, bem como serviços especializados de podologia; demais escritórios de prestadores de serviços e serviços em geral (publicidade, agências de viagem etc); operadores turísticos e atividades de treinamento de desporto profissional; lojas de cosmético, perfumaria e higiene pessoal, somadas a livraria, comércios de artigos de escritórios e papelaria. Além disso, templos e atividades religiosas, limitados a 30%; salões de beleza, barbearias e de higiene pessoal estão autorizados a funcionar, com exceção dos municípios da Grande Aracaju. 
"Temos que continuar protegendo a vida das pessoas, mas sei que podemos pensar na inclusão social, economia e financeira de modo geral. E por isso, nós estamos fazendo essa retomada, de forma gradual, responsável, com todo cuidado o mundo", finalizou o governador. Nos dias 13 e 14 de julho, o cenário e os dados da pandemia no estado voltarão a ser discutidos pelos comitês gestores de Retomada Econômica e de Emergência, para deliberar sobre o Plano de Retomada Econômica.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS