Perícia ainda não identificou causas de incêndio em quiosque

Geral


  • Os quiosques queimaram rapidamente

  • COM COBERTURA DE PALHA, OS QUIOSQUES QUEIMARAM RAPIDAMENTE

 

A perícia do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe(CBM/SE) ainda não conseguiu identificar as causas pelo incêndio que resultou na destruição de três quiosques instalados no calçadão da orla do bairro Porto Dantas, na zona Norte de Aracaju. Registrada por volta das 23h da última terça-feira (01), a ocorrência exigiu a presença de três equipes de resfriamento da corporação, as quais seguiram realizando os trabalhos de combate às chamas até o início da madrugada de ontem. Tendo a sua cobertura predominada por estrutura de madeira e palhas, as chamas propagaram em poucos minutos e resultou na destruição total das estruturas superiores.
Se apresentando como um dos responsáveis por acionar o Corpo de Bombeiros através do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), o morador José Wilson Júnior informou que na comunidade não foi possível ouvir barulhos similares a fogos de artifícios ou explosões da rede elétrica. A nuvem de fumaça que se formou na comunidade, atrelado ao mau cheiro, contribuíram diretamente para que as pessoas passassem a observar o incêndio. Moradores informaram ainda que no momento da ocorrência não haviam pessoas na parte interna ou externa dos estabelecimentos comerciais; agentes do Corpo de Bombeiros confirmaram a inexistência de vítimas.
 "Barulho quase 'zero'. Eu mesmo não ouvi nada, a não ser depois que a fumaça já estava muito grande e as pessoas começaram a gritar achando que poderia ser em alguma casa. Acho que, por causa da fumaça, ficou até mais fácil para as equipes dos Bombeiros chegarem no local exato; foram bem rápidos, inclusive. Cobertura de palha tem dessas coisas, nem sei porque ainda isso existe. Qualquer faísca pode ter contribuído para essa destruição", declarou. 

A perícia do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe(CBM/SE) ainda não conseguiu identificar as causas pelo incêndio que resultou na destruição de três quiosques instalados no calçadão da orla do bairro Porto Dantas, na zona Norte de Aracaju. Registrada por volta das 23h da última terça-feira (01), a ocorrência exigiu a presença de três equipes de resfriamento da corporação, as quais seguiram realizando os trabalhos de combate às chamas até o início da madrugada de ontem. Tendo a sua cobertura predominada por estrutura de madeira e palhas, as chamas propagaram em poucos minutos e resultou na destruição total das estruturas superiores.
Se apresentando como um dos responsáveis por acionar o Corpo de Bombeiros através do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), o morador José Wilson Júnior informou que na comunidade não foi possível ouvir barulhos similares a fogos de artifícios ou explosões da rede elétrica. A nuvem de fumaça que se formou na comunidade, atrelado ao mau cheiro, contribuíram diretamente para que as pessoas passassem a observar o incêndio. Moradores informaram ainda que no momento da ocorrência não haviam pessoas na parte interna ou externa dos estabelecimentos comerciais; agentes do Corpo de Bombeiros confirmaram a inexistência de vítimas.
 "Barulho quase 'zero'. Eu mesmo não ouvi nada, a não ser depois que a fumaça já estava muito grande e as pessoas começaram a gritar achando que poderia ser em alguma casa. Acho que, por causa da fumaça, ficou até mais fácil para as equipes dos Bombeiros chegarem no local exato; foram bem rápidos, inclusive. Cobertura de palha tem dessas coisas, nem sei porque ainda isso existe. Qualquer faísca pode ter contribuído para essa destruição", declarou. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS