Monitoramento da Prefeitura para casos de covid-19 já auxiliou cerca de 34 mil aracajuanos

Geral


  • Sala de atendimento do MonitorAju

 

Criada como uma das primeiras ferramentas de enfrentamento à pandemia de covid-19, na capital, disponibilizada pela Prefeitura de Aracaju, ainda no mês de março, o MonitorAju já auxiliou 33.700 aracajuanos, acompanhando a evolução dos quadros de saúde de casos suspeitos e confirmados da doença, assim como passando orientações sobre os cuidados durante o isolamento domiciliar. 
O serviço atende, atualmente, 3.299 pessoas que recebem a atenção dos profissionais de saúde da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Segundo a coordenadora do serviço, Cynthia Rocha, mulheres entre 20 e 39 anos são o grupo que mais procurou pela ferramenta. Além disso, os sintomas descritos mais comuns são tosse, dor de garganta e febre. 
Há três formas de acesso ao MonitorAju: via telefone, ou seja, pelo canal de atendimento 0800 729 3534 (que registrou 12.700 ligações); pelo site www.aracaju.se.gov.br/monitoraju (que teve 7.000 acessos); e no aeroporto da capital (atingindo 14.000 viajantes), onde é feito o cadastro dos passageiros que desembarcam.
Ainda de acordo com a coordenadora do MonitorAju, o serviço de atendimento pelo site é 24h, enquanto a central por telefone funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h, e o monitoramento, que é um departamento à parte da Central de Ligações, funciona todos os dias da semana das 7h às 19h.
 O serviço pode ser procurado por qualquer aracajuano que apresentar sintomas associados à síndromes gripais, quando estiver em isolamento domiciliar ou aguardando resultado do exame para covid-19.  
Com o MonitorAju, a administração municipal conseguiu agilizar processos e visualizar com melhor precisão o cenário de proliferação do vírus, podendo, desta forma, juntamente com outras ações integradas desenvolvidas pela Prefeitura, qualificar o atendimento aos cidadãos durante a crise sanitária. 

Criada como uma das primeiras ferramentas de enfrentamento à pandemia de covid-19, na capital, disponibilizada pela Prefeitura de Aracaju, ainda no mês de março, o MonitorAju já auxiliou 33.700 aracajuanos, acompanhando a evolução dos quadros de saúde de casos suspeitos e confirmados da doença, assim como passando orientações sobre os cuidados durante o isolamento domiciliar. 
O serviço atende, atualmente, 3.299 pessoas que recebem a atenção dos profissionais de saúde da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Segundo a coordenadora do serviço, Cynthia Rocha, mulheres entre 20 e 39 anos são o grupo que mais procurou pela ferramenta. Além disso, os sintomas descritos mais comuns são tosse, dor de garganta e febre. 
Há três formas de acesso ao MonitorAju: via telefone, ou seja, pelo canal de atendimento 0800 729 3534 (que registrou 12.700 ligações); pelo site www.aracaju.se.gov.br/monitoraju (que teve 7.000 acessos); e no aeroporto da capital (atingindo 14.000 viajantes), onde é feito o cadastro dos passageiros que desembarcam.
Ainda de acordo com a coordenadora do MonitorAju, o serviço de atendimento pelo site é 24h, enquanto a central por telefone funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h, e o monitoramento, que é um departamento à parte da Central de Ligações, funciona todos os dias da semana das 7h às 19h. O serviço pode ser procurado por qualquer aracajuano que apresentar sintomas associados à síndromes gripais, quando estiver em isolamento domiciliar ou aguardando resultado do exame para covid-19.  
Com o MonitorAju, a administração municipal conseguiu agilizar processos e visualizar com melhor precisão o cenário de proliferação do vírus, podendo, desta forma, juntamente com outras ações integradas desenvolvidas pela Prefeitura, qualificar o atendimento aos cidadãos durante a crise sanitária. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS