Equipes podem teratividades suspensas

Esporte

 

Equipes podem ter
atividades suspensas 
Uma decisão judicial, que ganhará espaço na imprensa sergipana nesta quarta-feira 8, pode modificar todo o planejamento das equipes sergipanas. A decisão suspende a "Bandeira Laranja", definida por decreto governamental na flexibilização das atividades econômicas no Estado de Sergipe, paralisadas há mais de 100 dias, por conta da crise do coronavírus. 
A fase 1 do decreto governamental, considerada a "Bandeira Laranja" autoriza a reabertura gradual dos escritórios de prestadores de serviços e serviços em geral (publicidade, agências de viagens e etc); das clínicas e consultórios de odontologia, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia e terapia ocupacional, bem como serviços especializados de podologia; do comércio (alguns setores); dos operadores turísticos, das atividades de treinamento de desporto profissional, dos salões de beleza, barbearias e de higiene pessoal e templos e atividades religiosas (30%).
A decisão judicial afeta diretamente os clubes sergipanos, que participam do quadrangular final do Campeonato Sergipano. O Confiança já treina desde o dia 29 de junho, o Freipaulistano retornou nesta segunda-feira. O Sergipe deve retornar nesta quarta-feira. Só o Itabaiana não tem ainda data definida. A decisão judicial é uma decisão monocrática, ainda cabe recurso. 
Enquanto isso, as equipes continuam as atividades de treinamento, mas correndo o risco de serem impedidas de trabalhar. O governo do estado não foi comunicado oficialmente o que deve ocorrer na manhã desta quarta-feira, mas a Procuradoria Geral do Estado já informou que vai recorrer. 

Uma decisão judicial, que ganhará espaço na imprensa sergipana nesta quarta-feira 8, pode modificar todo o planejamento das equipes sergipanas. A decisão suspende a "Bandeira Laranja", definida por decreto governamental na flexibilização das atividades econômicas no Estado de Sergipe, paralisadas há mais de 100 dias, por conta da crise do coronavírus. 
A fase 1 do decreto governamental, considerada a "Bandeira Laranja" autoriza a reabertura gradual dos escritórios de prestadores de serviços e serviços em geral (publicidade, agências de viagens e etc); das clínicas e consultórios de odontologia, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia e terapia ocupacional, bem como serviços especializados de podologia; do comércio (alguns setores); dos operadores turísticos, das atividades de treinamento de desporto profissional, dos salões de beleza, barbearias e de higiene pessoal e templos e atividades religiosas (30%).
A decisão judicial afeta diretamente os clubes sergipanos, que participam do quadrangular final do Campeonato Sergipano. O Confiança já treina desde o dia 29 de junho, o Freipaulistano retornou nesta segunda-feira. O Sergipe deve retornar nesta quarta-feira. Só o Itabaiana não tem ainda data definida. A decisão judicial é uma decisão monocrática, ainda cabe recurso. 
Enquanto isso, as equipes continuam as atividades de treinamento, mas correndo o risco de serem impedidas de trabalhar. O governo do estado não foi comunicado oficialmente o que deve ocorrer na manhã desta quarta-feira, mas a Procuradoria Geral do Estado já informou que vai recorrer. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS