Saúde recebe mais medicamentos para intubação de pacientes com Covid

Geral


  • Na tarde desta quarta-feira, a Secretaria da Saúde recebeu medicamentos utilizados na sedação de pacientes que necessitam de intubação, encaminhados pelo Ministério da Saúde

 

Saúde recebe mais medicamentos para intubação de pacientes com Covid
A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), recebeu ontem uma remessa de medicamentos utilizados na sedação de pacientes que necessitam de intubação. Os produtos foram enviados pelo Ministério da Saúde e repassados ao município pelo governo do Estado. A entrega é fruto da ação da gestão municipal, a qual, desde 1º de julho, busca o Ministério Público Federal (MPF) para tratar da escassez de medicamentos e de como isso afeta a prestação de assistência aos pacientes diagnosticados com a covid-19. 
O MPF oficiou o Ministério da Saúde solicitando informações. O carecimento dos insumos nos fornecedores é nacional, atingindo redes de saúde municipal, estadual e particular. Em Aracaju, os estoques municipais estavam no limite, o que poderia comprometer o atendimento prestado pela SMS, já que a rede municipal atende metade dos pacientes do estado diagnosticados com a covid-19. 
Foram recebidas 2.213 doses de Besilato de Atracúrio 10MG; 486 doses de Brometo de Rocurônio 10mg. A secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, afirma que o órgão irá reabastecer imediatamente os estoques das unidades que realizam o procedimento e que continuará buscando a regularidade do fornecimento junto ao Ministério da Saúde, haja vista que a quantidade encaminhada é insuficiente para a demanda municipal."O Ministério da Saúde encaminhou um quantitativo que nos dá cobertura no tratamento por aproximadamente 12 dias. Se conseguirmos regular os pacientes mais graves de forma rápida e caso não tenhamos pacientes com dificuldade de sedar, o consumo dessas medicações dura um período maior, podendo chegar a 30 dias. Por isso, reforçamos a necessidade de seguir as recomendações sanitárias de uso de máscara, distanciamento social, lavagem constante das mãos", explica a gestora.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), recebeu ontem uma remessa de medicamentos utilizados na sedação de pacientes que necessitam de intubação. Os produtos foram enviados pelo Ministério da Saúde e repassados ao município pelo governo do Estado. A entrega é fruto da ação da gestão municipal, a qual, desde 1º de julho, busca o Ministério Público Federal (MPF) para tratar da escassez de medicamentos e de como isso afeta a prestação de assistência aos pacientes diagnosticados com a covid-19. 
O MPF oficiou o Ministério da Saúde solicitando informações. O carecimento dos insumos nos fornecedores é nacional, atingindo redes de saúde municipal, estadual e particular. Em Aracaju, os estoques municipais estavam no limite, o que poderia comprometer o atendimento prestado pela SMS, já que a rede municipal atende metade dos pacientes do estado diagnosticados com a covid-19. 
Foram recebidas 2.213 doses de Besilato de Atracúrio 10MG; 486 doses de Brometo de Rocurônio 10mg. A secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, afirma que o órgão irá reabastecer imediatamente os estoques das unidades que realizam o procedimento e que continuará buscando a regularidade do fornecimento junto ao Ministério da Saúde, haja vista que a quantidade encaminhada é insuficiente para a demanda municipal."O Ministério da Saúde encaminhou um quantitativo que nos dá cobertura no tratamento por aproximadamente 12 dias. Se conseguirmos regular os pacientes mais graves de forma rápida e caso não tenhamos pacientes com dificuldade de sedar, o consumo dessas medicações dura um período maior, podendo chegar a 30 dias. Por isso, reforçamos a necessidade de seguir as recomendações sanitárias de uso de máscara, distanciamento social, lavagem constante das mãos", explica a gestora.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS