Prefeitura de São Cristóvão entrega 19.461 cestas básicas e 15.851 kits de alimentação escolar

Geral


  • Prefeitura entregou 19.461 cestas básicas e 15.851 kits de alimentação escolar

  • O prefeito Marcos Santana

 

A Prefeitura de São 
Cristóvão entregou 
até o momento 19.461 cestas básicas além de 15.851 kits de alimentação escolar aos moradores da cidade (incluindo pais de alunos da Rede Municipal de Ensino). As doações fazem parte da política de combate à pandemia do novo coronavírus, situação que alterou economicamente a vida de centenas de pessoas no município. As entregas acontecem diariamente desde o mês de abril.
Segundo a secretária municipal de assistência social e do trabalho, Lucianne Rocha, esta foi a maneira encontrada pela Prefeitura de São Cristóvão de garantir que não falte alimento na mesa das famílias em situação de vulnerabilidade social. A estimativa inicial era de se entregar 30 mil cestas aos sancristovenses, mas esta decisão foi alterada para permanecer acontecendo enquanto a pandemia demandar essa necessidade.
"A cesta básica vem atender o direito básico à alimentação. As entregas acontecem através dos dois CRAS de São Cristóvão e também a partir de visitas domiciliares. Seguimos assim as regras de afastamento social, mas ao mesmo tempo garantimos essa entrega. Desde o início de abril, as Secretarias de Assistência Social e do Trabalho (Semast) juntamente com a Secretaria de Educação estão responsáveis diretamente pelas entregas, como forma de garantir que nenhum morador da cidade passe por privação alimentícia", explicou Lucianne.
Além das entregas das cestas semanais, a Prefeitura de São Cristóvão também vem atendendo todos os alunos da Rede Municipal de Ensino através da entrega de kits de alimentação escolar. "Nossas entregas atendem todos os alunos, sendo que os pais vão até nossas escolas adquirirem suas cestas e seus kits. Os pais que não comparecem para pegar os alimentos, nossas equipes da Secretaria Municipal de Educação levam até as suas casas", frisou a secretária municipal de educação, Quitéria de Barros.
É preciso ressaltar que a cada família recebe uma cesta básica, enquanto o kit de alimentação escolar, que vem junto à cesta, é entregue de acordo com a quantidade de alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino. A secretária de educação pontuou ainda que essa ação faz parte da política de segurança alimentar do município. "Temos clareza de que nossas crianças têm na merenda escolar uma das principais refeições do dia. A Prefeitura de São Cristóvão garante assim que a comida não falta na mesa dessas crianças.", enfatizou Quitéria.
Os moradores de São Cristóvão, que por ventura tenham dúvidas sobre o recebimento das cestas, devem procurar um dos dois Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) para saberem se tem ou não direito à cesta básica. O CRAS São Cristóvão está localizado na av. Irineu Neri s/n, bairro Irineu Neri (Apicum) ou pelo telefone (79) 3045-4926. Já o CRAS Gilson Prado Barreto fica na rua José Adilson de Andrade, 751, bairro Rosa Elze, sendo o telefone (79) 3045-4942.  Ambos funcionam para atendimento presencial de segunda a sexta, das 7h às 13h.
Compra de cestas e kits - O prefeito Marcos Santana informou que o investimento na aquisição dos alimentos terá um impacto de 1,6 milhão para o município, mas que a garantia de que a população terá comida, no período de pandemia, vale todo o investimento na compra dessas cestas e kits de alimentação escolar. "Estamos utilizando o espaço de algumas escolas da rede municipal de ensino e dos CRAS para organizar melhor todas essas entregas. Fizemos isso observando questões de distanciamento, utilização de álcool gel e máscaras, e cartazes educativos", disse Marcos Santana.
"Enquanto houver trabalhador e família prejudicada pela pandemia, a Prefeitura de São Cristóvão disponibilizará o mínimo necessário para que estas pessoas não passem fome. Não estamos mais falando sobre meta de entregar 30 mil cestas, não existe teto de entrega de cestas. Vamos entregar as cestas de acordo com a necessidade, e seguindo as condições financeiras do município", finalizou Marcos Santana.

A Prefeitura de São  Cristóvão entregou  até o momento 19.461 cestas básicas além de 15.851 kits de alimentação escolar aos moradores da cidade (incluindo pais de alunos da Rede Municipal de Ensino). As doações fazem parte da política de combate à pandemia do novo coronavírus, situação que alterou economicamente a vida de centenas de pessoas no município. As entregas acontecem diariamente desde o mês de abril.
Segundo a secretária municipal de assistência social e do trabalho, Lucianne Rocha, esta foi a maneira encontrada pela Prefeitura de São Cristóvão de garantir que não falte alimento na mesa das famílias em situação de vulnerabilidade social. A estimativa inicial era de se entregar 30 mil cestas aos sancristovenses, mas esta decisão foi alterada para permanecer acontecendo enquanto a pandemia demandar essa necessidade.
"A cesta básica vem atender o direito básico à alimentação. As entregas acontecem através dos dois CRAS de São Cristóvão e também a partir de visitas domiciliares. Seguimos assim as regras de afastamento social, mas ao mesmo tempo garantimos essa entrega. Desde o início de abril, as Secretarias de Assistência Social e do Trabalho (Semast) juntamente com a Secretaria de Educação estão responsáveis diretamente pelas entregas, como forma de garantir que nenhum morador da cidade passe por privação alimentícia", explicou Lucianne.
Além das entregas das cestas semanais, a Prefeitura de São Cristóvão também vem atendendo todos os alunos da Rede Municipal de Ensino através da entrega de kits de alimentação escolar. "Nossas entregas atendem todos os alunos, sendo que os pais vão até nossas escolas adquirirem suas cestas e seus kits. Os pais que não comparecem para pegar os alimentos, nossas equipes da Secretaria Municipal de Educação levam até as suas casas", frisou a secretária municipal de educação, Quitéria de Barros.
É preciso ressaltar que a cada família recebe uma cesta básica, enquanto o kit de alimentação escolar, que vem junto à cesta, é entregue de acordo com a quantidade de alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino. A secretária de educação pontuou ainda que essa ação faz parte da política de segurança alimentar do município. "Temos clareza de que nossas crianças têm na merenda escolar uma das principais refeições do dia. A Prefeitura de São Cristóvão garante assim que a comida não falta na mesa dessas crianças.", enfatizou Quitéria.
Os moradores de São Cristóvão, que por ventura tenham dúvidas sobre o recebimento das cestas, devem procurar um dos dois Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) para saberem se tem ou não direito à cesta básica. O CRAS São Cristóvão está localizado na av. Irineu Neri s/n, bairro Irineu Neri (Apicum) ou pelo telefone (79) 3045-4926. Já o CRAS Gilson Prado Barreto fica na rua José Adilson de Andrade, 751, bairro Rosa Elze, sendo o telefone (79) 3045-4942.  Ambos funcionam para atendimento presencial de segunda a sexta, das 7h às 13h.

Compra de cestas e kits - O prefeito Marcos Santana informou que o investimento na aquisição dos alimentos terá um impacto de 1,6 milhão para o município, mas que a garantia de que a população terá comida, no período de pandemia, vale todo o investimento na compra dessas cestas e kits de alimentação escolar. "Estamos utilizando o espaço de algumas escolas da rede municipal de ensino e dos CRAS para organizar melhor todas essas entregas. Fizemos isso observando questões de distanciamento, utilização de álcool gel e máscaras, e cartazes educativos", disse Marcos Santana.
"Enquanto houver trabalhador e família prejudicada pela pandemia, a Prefeitura de São Cristóvão disponibilizará o mínimo necessário para que estas pessoas não passem fome. Não estamos mais falando sobre meta de entregar 30 mil cestas, não existe teto de entrega de cestas. Vamos entregar as cestas de acordo com a necessidade, e seguindo as condições financeiras do município", finalizou Marcos Santana.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS