Gualberto defende permanência do Ponto Banese em São Cristóvão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 20/03/2013 às 15:02:00

A recente implantação de um Ponto Banese (espécie de agência bancária) na cidade de São Cristóvão está gerando controvérsias no meio político. Ontem, 19, na Assembleia Legislativa, o deputado Francisco Gualberto (PT) assegurou que fará de tudo para que a representação do Banco do Estado de Sergipe instalada no município permaneça oferecendo seus serviços à população.

A reação do deputado é por conta de comentários espalhados pela cidade sobre um possível fechamento da agência por determinação da prefeita Rivanda Farias e seu marido Armando Batalha. "Por qual razão uma prefeita, ou um prefeito mandatário, querem tirar o Banese da cidade? Fica difícil a gente compreender tais atitudes", questionou Gualberto.

Em São Cristóvão, o Ponto Banese fica instalado num prédio cedido pela Câmara de Vereadores, mas sem qualquer vínculo com a Prefeitura Municipal. Oferece à comunidade todos os serviços bancários disponibilizados pela instituição. "Ontem falei com a presidenta do banco, Vera Lúcia, e ela me informou que não existe nada oficial sobre pedido de retirada do banco, mas na cidade a população continua comentando", disse o deputado.

"Portanto, desde já quero afirmar que se esse for o desejo da prefeita e do seu marido, haverá resistência por parte deste deputado. Até porque não identificamos nenhuma dificuldade para permanência do Banese na cidade. Pelo contrário, é o banco oficial do nosso Estado expandindo seus serviços à população".
O deputado lembra que mesmo que as contas da prefeitura não sejam movimentadas no banco, nada impede o funcionamento do Banese na região. Até porque instituições, como Banco do Brasil, Caixa Econômica e outras privadas mantêm agências normalmente na cidade. "Sei que o ex-deputado Armando Batalha é filiado ao PSB, e portanto um aliado nosso. Mas não significa que vamos fechar os olhos para certas coisas", garante Gualberto.

Salgado - Já o deputado estadual Garibalde Mendonça usou a tribuna nesta terça-feira, 19, para afirmar que os moradores de Salgado, especialmente a classe de comerciantes, pedem a instalação de uma agência do Banco do Estado na sede do município. "É uma cidade que não tem uma agência do Banese, apenas um posto. A agência do Banco do Brasil não dá vencimento e as pessoas se deslocam para as cidade vizinhas", observou.

De acordo com o deputado, que  esteve em Salgado e constatou o problema, o comércio local se expande e necessita urgentemente de uma agência do Banco do Estado. "Encaminhei uma indicação ao governador e à diretoria do banco para instalar uma agência do banco o mais urgente possível".