Confiança consegue virada, mas cede empate no final

Geral


  • ÍTALO COMEMORA O GOL DA VIRADA DO CONFIANÇA NO INÍCIO DO SEGUNDO TEMPO, MAS NO FINAL ACABOU CEDENDO EMPATE AO AVAÍ: 2 X 2

 

O Confiança conquistou 
um empate em 2x2 
com o Avaí-SC, mas poderia ter conquistado um melhor resultado. O time sergipano recebeu o gol no primeiro tempo, virou na fase final e cedeu o empate com um gol de pênalti. O empate mantém o Dragão na 16ª posição na tabela de classificação do Brasileiro da Série B. O Confiança deixou escapar a grande oportunidade de se afastar da zona de rebaixamento. É a última equipe antes da zona de rebaixamento. A partida faz parte da 3ª rodada pela CBF a pedido dos proletários.
Partida marcou o retorno do treinador Matheus Costa ao comando da equipe. Pode-se dizer que não foi um feliz retorno. Com a derrota, o time vai a oito pontos ganhos em 27 disputados. Na sexta-feira 18, o time volta a jogar em casa.Enfrenta o Guarani e mais do que nunca precisa vencer
Gol do Avaí - No primeiro tempo o jogo esteve nos pés do Confiança. O time se organizava no meio de campo, estava bem na defesa, mas no ataque falhava nas finalizações naquela chamada última bola. Mesmo melhor em campo, o Confiança foi surpreendido com o gol surpresa do Avaí.
Aos 11' Pedro Castro cobra de escanteio na primeira trave, a bola foi até Rildo, que com um raspão de cabeça tira o goleio da jogada e coloca a bola canto contrário do goleiro Rafael Santos. Silva ainda tentou tirar o gol, mas não alcançou a bola.
O Avaí ainda teve um gol mal anulado pela arbitragem. O assistente deu impedimento quando a defesa do Confiança dava condição ao atacante. O primeiro tempo se encerrou com a vantagem do time catarinense.
A virada do Dragão - No segundo tempo Matheus Costa mexeu na equipe e voltou com André Moritz no lugar de Bruno Paraíba e Alysson no lugar de Jefferson. As substituições surtiram efeito imediato e já com cinco minutos o confiança conseguiu virar o jogo.
Aos 2' Reis cruza a bola na área.A bola passa por todo mundo, mas toca em Rafael Pereira e vai para o fundo do gol. Gol contra de Rafael no empate do Confiança aos 5' Ítalo marca o gol da virada proletária. Uma tabela perfeita entre Ítalo e André Moritz. Ítalo entra na área e toca no canto de Lucas Frigeri. Era o gol da virada do Confiança.
O Avaí ainda teve outro gol anulado. Aos 18'Rildo recebe passe em profundidade, consegue marcar o gol, mas estava em posição de impedimento, muito bem marcado pela arbitragem. Mas o Avaí continuava na pressão. Aos 34' a bola toca na mão de Mancini e o árbitro marca pênalti. Gastón Rodriguez bate mal, Rafael Santos faz a defesa, mas no rebote, Valdívia aparece para estufar as redes. Empate para o Avaí.
Aos 40' o Confiança fica com um a menos. Nirley foi expulso e o time sergipano passa por sufoco, pois já havia feito as cinco substituições e por cima, Amaral continua jogando no sacrifício. O jogo vai até os 50' e o Confiança garante um empate suado em 2x2.
Lucas Canetto Bellote foi o árbitro da, auxiliado por Enderson Emanoel Turbiani da Silva e Fabrini Bevilaqua Costa. O trio é de São Paulo.

O Confiança conquistou  um empate em 2x2  com o Avaí-SC, mas poderia ter conquistado um melhor resultado. O time sergipano recebeu o gol no primeiro tempo, virou na fase final e cedeu o empate com um gol de pênalti. O empate mantém o Dragão na 16ª posição na tabela de classificação do Brasileiro da Série B. O Confiança deixou escapar a grande oportunidade de se afastar da zona de rebaixamento. É a última equipe antes da zona de rebaixamento. A partida faz parte da 3ª rodada pela CBF a pedido dos proletários.
Partida marcou o retorno do treinador Matheus Costa ao comando da equipe. Pode-se dizer que não foi um feliz retorno. Com a derrota, o time vai a oito pontos ganhos em 27 disputados. Na sexta-feira 18, o time volta a jogar em casa.Enfrenta o Guarani e mais do que nunca precisa vencer

Gol do Avaí - No primeiro tempo o jogo esteve nos pés do Confiança. O time se organizava no meio de campo, estava bem na defesa, mas no ataque falhava nas finalizações naquela chamada última bola. Mesmo melhor em campo, o Confiança foi surpreendido com o gol surpresa do Avaí.
Aos 11' Pedro Castro cobra de escanteio na primeira trave, a bola foi até Rildo, que com um raspão de cabeça tira o goleio da jogada e coloca a bola canto contrário do goleiro Rafael Santos. Silva ainda tentou tirar o gol, mas não alcançou a bola.
O Avaí ainda teve um gol mal anulado pela arbitragem. O assistente deu impedimento quando a defesa do Confiança dava condição ao atacante. O primeiro tempo se encerrou com a vantagem do time catarinense.

A virada do Dragão - No segundo tempo Matheus Costa mexeu na equipe e voltou com André Moritz no lugar de Bruno Paraíba e Alysson no lugar de Jefferson. As substituições surtiram efeito imediato e já com cinco minutos o confiança conseguiu virar o jogo.
Aos 2' Reis cruza a bola na área.A bola passa por todo mundo, mas toca em Rafael Pereira e vai para o fundo do gol. Gol contra de Rafael no empate do Confiança aos 5' Ítalo marca o gol da virada proletária. Uma tabela perfeita entre Ítalo e André Moritz. Ítalo entra na área e toca no canto de Lucas Frigeri. Era o gol da virada do Confiança.
O Avaí ainda teve outro gol anulado. Aos 18'Rildo recebe passe em profundidade, consegue marcar o gol, mas estava em posição de impedimento, muito bem marcado pela arbitragem. Mas o Avaí continuava na pressão. Aos 34' a bola toca na mão de Mancini e o árbitro marca pênalti. Gastón Rodriguez bate mal, Rafael Santos faz a defesa, mas no rebote, Valdívia aparece para estufar as redes. Empate para o Avaí.
Aos 40' o Confiança fica com um a menos. Nirley foi expulso e o time sergipano passa por sufoco, pois já havia feito as cinco substituições e por cima, Amaral continua jogando no sacrifício. O jogo vai até os 50' e o Confiança garante um empate suado em 2x2.
Lucas Canetto Bellote foi o árbitro da, auxiliado por Enderson Emanoel Turbiani da Silva e Fabrini Bevilaqua Costa. O trio é de São Paulo.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS