Aracaju terá quatro unidades referência para síndrome gripal

Cidades

 

Diante do decrescente número de novos casos da covid-19 e internações pela doença, quatro das oito unidades básicas de saúde para atendimentos exclusivos para pacientes com sintomas de síndromes gripais voltarão a ofertar os serviços de saúde para os usuários de referência. Elas estão inseridas no Plano de Contingência desenvolvido pela Secretaria da Saúde de Aracaju e foram abertas, gradativamente, a partir do dia 23 de março.
Assim, a partir de segunda-feira, 21, os usuários das UBS Augusto Franco, Fernando Sampaio, Candida Alves e Eunice Barbosa, poderão retornar a fazer uso dos serviços ofertados de forma regular, a exemplo de sala de vacinas, consultas e curativos, serviço de puericultura e de citopatologia, testes de HIV, gravidez e sífilis, pré-natal entre outros.
"Da mesma forma que fomos ativando as UBS para casos de síndromes gripais de maneira gradativa, com base nos índices da doença na capital, que vem reduzindo consideravelmente nas últimas semanas, estamos normalizando o atendimento geral. Vale ressaltar que continuaremos com outras quatro unidades exclusivas para casos suspeitos da covid, e a população que necessitar desse serviço continuará tendo acesso", explica a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza.
Essas unidades exclusivas para síndromes gripais ou casos suspeitos funcionam de domingo a domingo, das 7h às 20h. 

Diante do decrescente número de novos casos da covid-19 e internações pela doença, quatro das oito unidades básicas de saúde para atendimentos exclusivos para pacientes com sintomas de síndromes gripais voltarão a ofertar os serviços de saúde para os usuários de referência. Elas estão inseridas no Plano de Contingência desenvolvido pela Secretaria da Saúde de Aracaju e foram abertas, gradativamente, a partir do dia 23 de março.
Assim, a partir de segunda-feira, 21, os usuários das UBS Augusto Franco, Fernando Sampaio, Candida Alves e Eunice Barbosa, poderão retornar a fazer uso dos serviços ofertados de forma regular, a exemplo de sala de vacinas, consultas e curativos, serviço de puericultura e de citopatologia, testes de HIV, gravidez e sífilis, pré-natal entre outros.
"Da mesma forma que fomos ativando as UBS para casos de síndromes gripais de maneira gradativa, com base nos índices da doença na capital, que vem reduzindo consideravelmente nas últimas semanas, estamos normalizando o atendimento geral. Vale ressaltar que continuaremos com outras quatro unidades exclusivas para casos suspeitos da covid, e a população que necessitar desse serviço continuará tendo acesso", explica a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza.
Essas unidades exclusivas para síndromes gripais ou casos suspeitos funcionam de domingo a domingo, das 7h às 20h. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS