Dia Mundial do Pão é marcado por distribuição de 20 mil pães em Sergipe

Cidades

 

A comunidade do loteamento Palmares amanheceu em festa com a chegada da comitiva que levou alimento para as mesas dos moradores na manhã desta sexta-feira (16). As comemorações alusivas ao Dia Mundial do Pão, que é celebrado em 16 de outubro, foram carregadas de solidariedade. Ao todo o Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitarias do Estado de Sergipe (Sindipan-SE) realizou a entrega de 20 mil pães, fabricados por padarias sergipanas, a 29 instituições. 
Historicamente o pão é cheio de significado, atravessa gerações e e está presente na rotina alimentar das pessoas até hoje.  Quem não lembra da partilha dos pães na Santa Ceia? Pão também é simbologia. Na economia brasileira foi responsável por movimentar R$ 95,08 bilhões no ano de 2019, de acordo com dados do relatório de Indicadores da Panificação e Confeitarias Brasileiras, produzido pela Associação Brasileira de Panificação e Confeitaria (Abip) e com informações coletadas pelo Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria (ITPC).  
A prova de que o pão é algo importante vai além dos números registrados. Para o presidente do Sindipan-SE, José Rodrigues, o pão representa, acima de tudo, união. "Um setor panaderil forte nos dá a oportunidade de contribuir com a sociedade e levar o pão às mesas de quem mais precisa. O ano de 2020 é totalmente atípico e nos tem levado a repensar nossas atitudes em prol da união entre as panificações e a população. Graças aos nossos parceiros, e respeitando o protocolo de distanciamento social, pudemos realizar essa entrega neste ano tão conturbado, o nosso sentimento é de pura gratidão.", destaca Rodrigues.  
Para o diretor do Sindipan, Antônio Carlos de Araújo, essa doação de 20 mil pães só reforça o compromisso do sindicato com a população. "Há vinte anos realizamos essa distribuição de pães não só em Aracaju, mas em outros municípios sergipanos. Essa ação é fruto de uma parceria e do desejo de levar o alimento a quem mais precisa." 

A comunidade do loteamento Palmares amanheceu em festa com a chegada da comitiva que levou alimento para as mesas dos moradores na manhã desta sexta-feira (16). As comemorações alusivas ao Dia Mundial do Pão, que é celebrado em 16 de outubro, foram carregadas de solidariedade. Ao todo o Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitarias do Estado de Sergipe (Sindipan-SE) realizou a entrega de 20 mil pães, fabricados por padarias sergipanas, a 29 instituições. 
Historicamente o pão é cheio de significado, atravessa gerações e e está presente na rotina alimentar das pessoas até hoje.  Quem não lembra da partilha dos pães na Santa Ceia? Pão também é simbologia. Na economia brasileira foi responsável por movimentar R$ 95,08 bilhões no ano de 2019, de acordo com dados do relatório de Indicadores da Panificação e Confeitarias Brasileiras, produzido pela Associação Brasileira de Panificação e Confeitaria (Abip) e com informações coletadas pelo Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria (ITPC).  
A prova de que o pão é algo importante vai além dos números registrados. Para o presidente do Sindipan-SE, José Rodrigues, o pão representa, acima de tudo, união. "Um setor panaderil forte nos dá a oportunidade de contribuir com a sociedade e levar o pão às mesas de quem mais precisa. O ano de 2020 é totalmente atípico e nos tem levado a repensar nossas atitudes em prol da união entre as panificações e a população. Graças aos nossos parceiros, e respeitando o protocolo de distanciamento social, pudemos realizar essa entrega neste ano tão conturbado, o nosso sentimento é de pura gratidão.", destaca Rodrigues.  
Para o diretor do Sindipan, Antônio Carlos de Araújo, essa doação de 20 mil pães só reforça o compromisso do sindicato com a população. "Há vinte anos realizamos essa distribuição de pães não só em Aracaju, mas em outros municípios sergipanos. Essa ação é fruto de uma parceria e do desejo de levar o alimento a quem mais precisa." 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS