Aqui jaz a nossa Cultura

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
ILUSTRAÇÃO: VIEIRA NETO
ILUSTRAÇÃO: VIEIRA NETO

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 02/04/2013 às 11:14:00

Jóias... pratas... ouros... banquetes festivos, cruzeiros ao redor do mundo... poder ilusório... não me valem nada. Nada disso tem valor para mim diante de um canto que me envolve e tem milhões de anos de idade. E dez mil e uma vontades. Bom mesmo é viver tudo, antes de tudo. Assim como já o fizera Raulzito, amigo e guru, no término dos tempos de tudo aquilo que eu dou crédito e boto fé.

O meu coração é e sempre será de menino, o que me faz falar solto, sem grilhões, sem autocensura. Ah, meus heróis baianos, cariocas e sergipanos! Meus heróis mulçumanos e africanos! Ah! Fidel e Guevara, Max e Lênin! Que Deus os salve nesta aldeia sinistra e santa!
Aqui jaz a nossa Cultura, por obra e graça de arranjos políticos que beiram a insensatez. Mas restam muitos substantivos para dar lugar à nossa visão e às nossas imagens, nossos verbos e canções da minha velha nostalgia futura.

Pensar significa refletir em torno de, e é lógico que as reflexões intensificam a realidade e a realidade intensificará as reflexões. Todos, então, se confundem no escorrego de que a manifestação artística pode ser ou não política. Ela deve ser política sim, mas na medida em que for a estética-coisa-ideológica-por-natureza. O que não tem nada a ver com o fato de se contratar a banda Calcinha Preta para o show de comemoração dos 158 anos de Aracaju. Inácio Barbosa e o Cacique Serigy devem ter se revirado no túmulo. De raiva!
O sol evoca sempre a memória do milênio. Mas cadê o sol? Talvez ele ressurja com suas longas madeixas doiradas, num dia em que o tempo e a ilusão fizerem do amor o curso do verão. Quem sabe se nesse dia não surgirá alguém em condições de fazer ressuscitar a nossa Cultura? Nesse dia, se vivo estiver, soltarei os meus demônios sobre o sexo dos anjos. Ou darei vivas ao Jazz carioca, ao samba paulista, ao rock baiano e ao baião sergipano de Antônio Carlos Du Aracaju, um injustiçado.

Geleia Geral
... A química entre Jaquelline Cruz e Menilson Filho (apresentadores do programa "Você em Dia", da TV Atalaia) é tão perfeita que já tem gente torcendo para que os dois resolvam um dia, estreitar os laços de afetividade fraternal a ponto de transformá-los em laços de feliz união matrimonial. A rima é pobre, eu sei, embora intencional. Rica mesmo é a parceria Jaquelline/Menilson, na condução daquele que é o melhor programa de variedades com o rótulo nativo.

... O município de Nossa Senhora do Socorro resolveu promover um Festival de Teatro, o "Socorro Em Cena" quase paralelo ao Festival Sergipano de Teatro, aqui da capital. Espera-se que no próximo ano, em sua segunda edição, o "Socorro Em Cena" venha a acontecer numa outra data. Por razões óbvias. Simples questão de bom senso.

... Nenhum projeto cultural tem sido contemplado com o apoio do Instituto Banese sem o aval do Museu da Gente Sergipana. Até agora ninguém conseguiu entender o porquê da vinculação.

... O melhor programa de humor da TV brasileira, "A Grande Família" retorna em grande estilo à grade de programação da Globo/2013. Decisão acertada da emissora do plim-plim. Aplausos. De pé.

Melhor trabalho
"Minha preocupação maior não é entreter as massas, mas divertir minhas filhas. Esse é meu melhor trabalho. - Bruce Willes, ator, na revista Preview, edição de março/2013.