Guilherme Castilho fora do próximo jogo

Esporte


  • O Confiança perdeu para o CRB por 2x0 e tenta a reabilitação diante do Operário-PPR na Arena Batistão

 

A derrota de 2x0 parta 
o CRB ainda deixa o 
Confiança em uma posição confortável na tabela classificação. Mas jogadores e comissão técnica e torcedores ficam de olho nos próximos jogos, principalmente os que forem realizados em casa, pois novas derrotas podem deixar a equipe em situação delicada. 
Restam ao Confiança ainda cinco jogos, três dos quais serão na Arena Batistão. Na sequência, o time enfrenta o Operário-PR, (C), o Oeste-SP (F), Sampaio- MA (C) e América-MG (C) e Chapecoense (F). Dessas cinco partidas, duas vitorias deixarão a equipe tranquilamente fora da zona de rebaixamento.
Para o treinador Daniel Paulista o time não se deu bem contra o CRB, não repetiu a atuação contra o Náutico daí o a derrota foi inevitável. Ele não quis comentar os erros individuais cometidos durante o jogo, principalmente a falha lamentável de Mancini no primeiro gol.
- Não conseguimos render o que a gente esperava, o que trabalhamos para isso. Agora é focar no próximo jogo, dentro de casa, uma decisão contra o Operário. Fazer valer nosso mando de campo recuperar esses atletas fisicamente já que o desgaste tem sido grande. De segunda-feira para hoje e a tendência é que para segunda-feira (11), tenhamos menos tempo ainda de recuperação. Temos que dobrar nossas para render o máximo e conquistarmos os pontos, para continuarmos firmes e fortes dentro da competição - disse Daniel.
Ausente - A delegação do Confiança já está em Aracaju e se prepara para o jogo desta segunda-feira (11), contra a equipe do Operário-PR, partida em que o time sergipano não pode perder, para continuar sonhando com a permanência na Série B na próxima temporada. Os proletários ainda lamentam a derrota desta sexta-feira (8) para o CRB no Rei Pelé. 
Além de perder o jogo contra o CRB, o Confiança perdeu talvez o seu melhor jogador de momento, para a partida contra o Operário   -PR. O volante Guilherme Castilho, o homem da bola parada, dos lançamentos e das finalizações de longa distância, recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora do jogo contra o Operário. Além do cartão, o atleta sofreu uma lesão, foi substituído e está em observação no Departamento Médico.
Em compensação, o treinador Daniel Paulista pode contar com o goleiro Rafael Santos e o lateral direito Thiago Ennes. Os dois cumpriram suspensão automática contra o CRB e ficam à disposição do treinador. Bom lembrar que o Operário-PR é treinado pelo Matheus Costa, ex-técnico do Confiança e que conhece muito do time proletário, pois foi ele quem montou essa equipe e trabalhou com a grande maioria dos jogadores no início da competição.
Resta agora ao Confiança se recuperar com uma vitória diante do Operário-PR. Seisso acontecer, o time praticamente consegue o seu principal objetivo na competição que é manter a vaga na Série B para a próxima temporada. Daniel lamentou a lentidão da equipe contra o CRB.
- Tentamos as substituições para darmos mais velocidade à equipe. Entendemos que deixamos a desejar no jogo de hoje. A equipe foi muito cadenciada. Não é a nossa característica esse tipo de jogo. Infelizmente não conseguimos ser velozes, rápidos como geralmente somos. Mas vamos focar agora no próximo jogo. É uma decisão que a gente vai ter pela frente.Tempos que fazer valer o nosso mando de campo e ir atrás do resultado - concluiu o treinador proletário.

A derrota de 2x0 parta  o CRB ainda deixa o  Confiança em uma posição confortável na tabela classificação. Mas jogadores e comissão técnica e torcedores ficam de olho nos próximos jogos, principalmente os que forem realizados em casa, pois novas derrotas podem deixar a equipe em situação delicada. 
Restam ao Confiança ainda cinco jogos, três dos quais serão na Arena Batistão. Na sequência, o time enfrenta o Operário-PR, (C), o Oeste-SP (F), Sampaio- MA (C) e América-MG (C) e Chapecoense (F). Dessas cinco partidas, duas vitorias deixarão a equipe tranquilamente fora da zona de rebaixamento.
Para o treinador Daniel Paulista o time não se deu bem contra o CRB, não repetiu a atuação contra o Náutico daí o a derrota foi inevitável. Ele não quis comentar os erros individuais cometidos durante o jogo, principalmente a falha lamentável de Mancini no primeiro gol.
- Não conseguimos render o que a gente esperava, o que trabalhamos para isso. Agora é focar no próximo jogo, dentro de casa, uma decisão contra o Operário. Fazer valer nosso mando de campo recuperar esses atletas fisicamente já que o desgaste tem sido grande. De segunda-feira para hoje e a tendência é que para segunda-feira (11), tenhamos menos tempo ainda de recuperação. Temos que dobrar nossas para render o máximo e conquistarmos os pontos, para continuarmos firmes e fortes dentro da competição - disse Daniel.

Ausente - A delegação do Confiança já está em Aracaju e se prepara para o jogo desta segunda-feira (11), contra a equipe do Operário-PR, partida em que o time sergipano não pode perder, para continuar sonhando com a permanência na Série B na próxima temporada. Os proletários ainda lamentam a derrota desta sexta-feira (8) para o CRB no Rei Pelé. 
Além de perder o jogo contra o CRB, o Confiança perdeu talvez o seu melhor jogador de momento, para a partida contra o Operário   -PR. O volante Guilherme Castilho, o homem da bola parada, dos lançamentos e das finalizações de longa distância, recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora do jogo contra o Operário. Além do cartão, o atleta sofreu uma lesão, foi substituído e está em observação no Departamento Médico.
Em compensação, o treinador Daniel Paulista pode contar com o goleiro Rafael Santos e o lateral direito Thiago Ennes. Os dois cumpriram suspensão automática contra o CRB e ficam à disposição do treinador. Bom lembrar que o Operário-PR é treinado pelo Matheus Costa, ex-técnico do Confiança e que conhece muito do time proletário, pois foi ele quem montou essa equipe e trabalhou com a grande maioria dos jogadores no início da competição.
Resta agora ao Confiança se recuperar com uma vitória diante do Operário-PR. Seisso acontecer, o time praticamente consegue o seu principal objetivo na competição que é manter a vaga na Série B para a próxima temporada. Daniel lamentou a lentidão da equipe contra o CRB.
- Tentamos as substituições para darmos mais velocidade à equipe. Entendemos que deixamos a desejar no jogo de hoje. A equipe foi muito cadenciada. Não é a nossa característica esse tipo de jogo. Infelizmente não conseguimos ser velozes, rápidos como geralmente somos. Mas vamos focar agora no próximo jogo. É uma decisão que a gente vai ter pela frente.Tempos que fazer valer o nosso mando de campo e ir atrás do resultado - concluiu o treinador proletário.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS