Celse nega venda da termoelétrica da Barra dos Coqueiros

Geral


  • A Usina Porto de Sergipe, localizada na Barra dos Coqueiros e considerada a maior termoelétrica a gás natural da América Latina, foi inaugurada em agosto pelo presidente Bolsonaro

 

A CELSE - Centrais Elétricas de Sergipe (CELSE) distribuiu nota, ontem à noite, esclarecendo que, ao contrário do que foi noticiado em alguns veículos de imprensa sergipanos, "a companhia não foi vendida e não haverá mudança no projeto da Usina Termoelétrica Porto de Sergipe I, que é o maior empreendimento a gás natural da América Latina".
Segundo a nota, "a CELSE tem como acionistas as empresas Golar Power Brasil e Ebrasil Energia, cada uma com 50% de participação acionária, ambas empresas sediadas no Brasil e administrativamente independentes".
A nota confirma que nesta quarta-feira, 13 de janeiro, foi anunciada na imprensa internacional a operação de transferência de controle acionário da Hygo Energy, através de acordo comercial formalizado entre as empresas New Fortress Energy, Golar LNG Limited e o fundo de investimento Stonepeak Infrastructure Fund II Cayman.
Mas esclarece que "a Hygo Energy possui controle acionário indireto da Golar Power Brasil e, dessa maneira, o acordo comercial formalizado abrange a participação acionária que a Golar possui na CELSE. Esta transação não configura ou prevê qualquer mudança acionária, administrativa ou de gestão na CELSE ou mesmo na Golar Power Brasil, e tampouco afeta quaisquer acordos e compromissos assumidos por estas empresas".
"Importante salientar, ainda, que o acordo de compra entre New Fortress e Hygo Energy não envolve a EBrasil Energia. Desta maneira, nenhuma modificação ocorre na CELSE, que continua em atividade em Sergipe para atender 15% da demanda de energia do Nordeste", conclui a nota.
A Usina Porto de Sergipe, localizada na Barra dos Coqueiros, é considerada a maior termoelétrica a gás natural da América Latina. A inauguração da Celse, em 17 de agosto de 2020, teve a participação do presidente Jair Bolsonaro. A  UTE Porto Sergipe I é movida a gás natural, combustivel que é trazido para Sergipe na forma de gás natural liquefeito (GNL), e regaseificado em uma Unidade Flutuante de Armazenamento e Regaseificação (FSRU), uma solução mais eficaz e menos poluente em comparação com o diesel e o carvão, já que reduz a emissão de gases em até 90%. A usina, considerada uma das maiores da América Latina, tem capacidade de atender 15% da demanda de energia do Nordeste. Sua operação comercial teve início em março de 2020. 

A CELSE - Centrais Elétricas de Sergipe (CELSE) distribuiu nota, ontem à noite, esclarecendo que, ao contrário do que foi noticiado em alguns veículos de imprensa sergipanos, "a companhia não foi vendida e não haverá mudança no projeto da Usina Termoelétrica Porto de Sergipe I, que é o maior empreendimento a gás natural da América Latina".
Segundo a nota, "a CELSE tem como acionistas as empresas Golar Power Brasil e Ebrasil Energia, cada uma com 50% de participação acionária, ambas empresas sediadas no Brasil e administrativamente independentes".
A nota confirma que nesta quarta-feira, 13 de janeiro, foi anunciada na imprensa internacional a operação de transferência de controle acionário da Hygo Energy, através de acordo comercial formalizado entre as empresas New Fortress Energy, Golar LNG Limited e o fundo de investimento Stonepeak Infrastructure Fund II Cayman.
Mas esclarece que "a Hygo Energy possui controle acionário indireto da Golar Power Brasil e, dessa maneira, o acordo comercial formalizado abrange a participação acionária que a Golar possui na CELSE. Esta transação não configura ou prevê qualquer mudança acionária, administrativa ou de gestão na CELSE ou mesmo na Golar Power Brasil, e tampouco afeta quaisquer acordos e compromissos assumidos por estas empresas".
"Importante salientar, ainda, que o acordo de compra entre New Fortress e Hygo Energy não envolve a EBrasil Energia. Desta maneira, nenhuma modificação ocorre na CELSE, que continua em atividade em Sergipe para atender 15% da demanda de energia do Nordeste", conclui a nota.
A Usina Porto de Sergipe, localizada na Barra dos Coqueiros, é considerada a maior termoelétrica a gás natural da América Latina. A inauguração da Celse, em 17 de agosto de 2020, teve a participação do presidente Jair Bolsonaro. A  UTE Porto Sergipe I é movida a gás natural, combustivel que é trazido para Sergipe na forma de gás natural liquefeito (GNL), e regaseificado em uma Unidade Flutuante de Armazenamento e Regaseificação (FSRU), uma solução mais eficaz e menos poluente em comparação com o diesel e o carvão, já que reduz a emissão de gases em até 90%. A usina, considerada uma das maiores da América Latina, tem capacidade de atender 15% da demanda de energia do Nordeste. Sua operação comercial teve início em março de 2020. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS