PMA garante atendimento nas Unidades de Urgência

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/05/2013 às 11:17:00

Monique Oliveira
moniqueoliveira@jornaldodiase.com.br

Mesmo com a greve dos médicos da rede, a Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju informou que o atendimento nas Unidades de Urgência tem acontecido normalmente durante o movimento grevista com a presença de todos os profissionais médicos, sendo realizados atendimentos em escalas compartilhadas por 52 médicos clínicos, 20 pediatras, 10 ortopedistas e 15 cirurgiões que devem atuar de forma regular mesmo com a paralisação da categoria.

Por meio de nota técnica a SMS ressaltou ainda que nas Unidades de Saúde da Família (USF) o atendimento médico foi parcialmente suspenso, já que esse atendimento está sendo realizado por profissionais médicos vinculados a outros órgãos como Secretaria do Estado da Saúde (SES) e Ministério da Saúde (MS) e que atuam de forma parcial.
Com relação aos demais serviços prestados pelas USF à população, como vacinação, curativos, aferição de pressão, entrega de medicações, glicemia, serviços em enfermagem, odontologia, assistência social, marcação de exames são realizados normalmente.

Reivindicação - A classe reivindica o reajuste salarial, cuja data-base é em janeiro, mas até agora não sabe qual será o percentual de aumento.
Durante os encontros realizados pela categoria, os médicos entendem que diante da contraproposta apresentada pela Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), o não pagamento do retroativo referente à data-base não contemplou a classe. Entretanto, em relação aos outros itens, a categoria aceitou que seja implantado para janeiro de 2014.