Márcio diz que obras na 13 só com estudos ambientes

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/05/2013 às 11:19:00

O deputado federal Márcio Macêdo (PT) manifestou-se ontem, através do Twitter, sobre a polêmica da liberação de licenciamento ambiental para a obra de contenção do avanço do mar no bairro 13 de Julho.
"É correta a condução do secretário Genival Nunes na polêmica acerca da obra da Beira Mar. Equilibrado, estritamente técnico e responsável com Aracaju", disse, ao destacar que Genival é "uma grande revelação da gestão ambiental em Sergipe e um dos melhores secretários de Meio Ambiente do Brasil".

Para o parlamentar, "não existe hipótese racional de uma obra que invade um rio em 40 metros ser feita sem os estudos necessários". "A lei e o bom senso não permitem", frisou.

Ele afirmou que os estudos de impacto ambiental servem para proteger o meio ambiente, a cidade e a sociedade de possíveis erros. "Aracaju já conhece esse estilo de fazer obra acima de tudo e todos e até hoje administra as consequências, na Coroa do Meio e na Atalaia Nova. A obra da Beira Mar precisa ser feita com os estudos necessários para evitar problemas futuros na cidade", ressaltou.

Márcio disse ainda que "não é correto politizar um tema eminentemente técnico". "Respeitar a lei pode ser a garantia da solução adequada. Eu já vi esse filme antes. Cria-se a polêmica na sociedade, o clima de insegurança, elege-se o inimigo, para justificar a forma de agir de sempre", alfinetou.

Ao interagir com uma internauta, o deputado afirmou ainda que não importa a autoria do projeto, o essencial é respeitar a legislação. "Se o projeto é de Edvaldo, João, José, Francisco, Manoel, não muda em nada a minha opinião acerca da obra da Beira Mar", disse.