A ASSEMBLEIA, IUNES, VALMOR E O COMUNISTA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/05/2013 às 19:13:00

Os deputados não enxergam somente objetivos políticos quando concedem títulos e medalhas homenageando pessoas daqui e de fora do Estado. Há alguns títulos de cidadania e medalhas de mérito que surpreendem, até pela inexpressividade ou desconhecimento de quem está sendo homenageado, mas a Assembleia se redime ao fazer escolhas onde o mérito dos homenageados se faz evidente. Escolhas assim, criteriosas, fazem com que os deputados estabeleçam plena sintonia com os sentimentos da sociedade.

É o caso agora da medalha do Mérito Parlamentar que vai receber o engenheiro Valmor Barbosa, secretário de Estado da Infraestrutura. Não bastassem as obras que Valmor tem comandado , principalmente as viárias, que são a vitrine do governo Déda, ele é um técnico com visão política e desenvolvimentista .

Já a escolha do militante comunista Marcélio Bonfim, indicação feita pelo deputado Garibalde e aprovada por todos os deputados, é um atestado do sentimento de democracia e pluralismo que, bem ou mal , só nos parlamentos sempre sobrevive. Marcélio é o símbolo de uma geração, um dos raros sobreviventes dos que sonhavam mudar o mundo nos anos pré-golpe de 64.  ¨O Velho ¨receberá a Medalha do Mérito Parlamentar nessa segunda-feira, dia 6, às 17 horas.  Seria bom que os remanescentes lá estivessem. Marcélio promete relembrar episódios de uma luta que, segundo ele, ainda não terminou.

O engenheiro Valmor Barbosa receberá a medalha no dia 13, também às 17 horas na no plenário da Assembleia.
Já o coronel Iunes, comandante da Policia Militar, tornou-se cidadão sergipano. Iunes deu novos rumos de operacionalidade e disciplina à Policia Militar e é um policial que está na linha de frente do combate à criminalidade.