Déda anuncia obras de saneamento e água

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O governador Marcelo Déda assina autorização para a execução de obras
O governador Marcelo Déda assina autorização para a execução de obras

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 16/05/2013 às 02:58:00

O governador Marcelo Déda anunciou ontem investimentos que superam a cifra dos R$ 156 milhões na ampliação de sistemas de abastecimento. "Uma nova era no saneamento básico e na distribuição de água tratada em Sergipe", definiu. Também foi realizada uma exposição detalhada de um resumo de investimentos que visa assegurar a ampliação do tratamento de esgoto na grande Aracaju, alcançando a cobertura inédita de 90% do território da capital, a maior em todo o Nordeste. O anúncio das medidas ocorreu no auditório do Celi Praia Hotel, na Atalaia.

O governador promoveu a assinatura das ordens de serviço para as adutoras e ampliação dos sistemas de abastecimento que foram incluídos no PAC/Seca, confirmados pela presidenta Dilma Rousseff durante reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, em Salvador (BA), em novembro de 2012.
As obras contemplam a duplicação de segmentos das adutoras do Alto Sertão e Sertaneja, além da ampliação do sistema de abastecimento de água de Umbaúba, Tomar do Geru e Itabaianinha.

O governador também mencionou a pré-aprovação de mais R$ 500 milhões em investimentos para Aracaju e interior que, se liberados pelo Governo Federal, poderão alavancar a conquista de um índice inédito de 95% do território da capital com cobertura da rede de esgotamento sanitário. "Pretendemos fazer de Aracaju a cidade com melhor atendimento de rede de esgoto de todo o Nordeste brasileiro", apontou Marcelo Déda, ao expor o conjunto de investimentos.

O chefe do Executivo convidou os respectivos prefeitos para assinarem como testemunhas as ordens de serviço que elevarão a um patamar nunca visto a qualidade na distribuição de água em todo o estado.

Ampliações - A ampliação do Sistema Integrado Sertaneja - Adutora Sertaneja - trecho Povoado Mata (Itabi) - Aquidabã, prevê investimentos de R$ 13,2 milhões, com recursos do Orçamento Geral da União (OGU), para a construção de 21, 43 km de adutora de água tratada, servindo diretamente aos moradores de Aquidabã e Itabi.

Já a ampliação do Sistema Integrado Alto Sertão - Adutora do Alto Sertão - trecho Nossa Senhora da Glória - EE (Estação Elevatória 3), em Nossa Senhora Aparecida - Ramal Ribeirópolis/ Moita Bonita, beneficia diretamente os municípios de Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora Aparecida, São Miguel do Aleixo, Ribeirópolis, Moita Bonita e Nossa Senhora das Dores. Serão investidos R$ 74,3 milhões (recursos do OGU), para a construção de 75,65 km de adutoras de água tratada, quatro estações elevatórias, 40 reservatórios, além de 118,36 km de rede de distribuição de água.

A ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Itabaianinha, Umbaúba e Tomar do Geru, beneficia diretamente os respectivos municípios, com um investimento de R$ 69 milhões, em recursos do OGU, prevendo a construção de  81 km de adutoras, quatro estações elevatórias de água bruta, uma estação de tratamento de água,  13 reservatórios, e 122 km de rede de distribuição de água.

Perspectivas - Segundo o presidente da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), Sérgio Ferrari, as perspectivas das obras de ampliação de abastecimento de água (Incluídas no PAC/Seca) terão iniciadas hoje o seu processo licitatório. "Nossa expectativa é dar as ordens de serviço para essas obras a partir de setembro. Estas são, por sua própria natureza técnica, obras complexas que levam cerca de um ano. Nossa meta é já abastecer alguns povoados com essa água tratada no próximo ano", antecipou o presidente.