Déda lamenta uso político do hospital do câncer

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/06/2012 às 15:25:00

"Lamento que esse tema do Hospital do Câncer tenha virado bandeira política", disse ontem o governador Marcelo Déda, ao comentar declaração do senador Eduardo Amorim, que vê a possibilidade de Sergipe perder recursos de emenda ao Orçamento da União por falta de um projeto para a construção do hospital.
Segundo Déda, o projeto está sendo elaborado. "Quero dizer que o Governo do Estado de Sergipe, como não faz demagogia, está trabalhando na frente da emenda parlamentar, que não é suficiente para construir o hospital"
Segundo o governador,  projeto deverá receber financiamento do  BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). "Nós estamos trabalhando sem demagogia e com responsabilidade na parceira com o governo federal e na busca de recursos externos com o BID", disse.
Ele disse que  um dos motivos da sua viajem a Washington e a sua audiência com o presidente Luiz Alberto Moreno, do BID, foi o projeto de aproximadamente 80 milhões de dólares para a área da saúde. "Estou trabalhando nas duas frentes e o melhor conselheiro de nós todos é o tempo".