Polícias apreendem 120 quilos de maconha que vinham da Bahia

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 14/06/2013 às 16:05:00

Uma operação conjunta da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar resultou na apreensão de 120 kg de maconha prensada, dois automóveis e na prisão de 6 (seis) traficantes na cidade de Lagarto (Centro Sul). Durante a operação, os policiais abordaram um automóvel Polo, placas de Aracaju/SE, onde estava acondicionado o entorpecente. O veículo era conduzido por José Edson Bezerra da Silva conhecido pela alcunha de "Zé Pequeno", na companhia de José Fabrício da Silva Júnior, sendo ambos residentes em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju).

No mesmo momento, abordou-se também o veículo que fazia a escolta da droga, um Gol, placas de Minas Gerais, onde se encontravam os demais integrantes da quadrilha. Durante os interrogatórios, os presos informaram que o entorpecente apreendido seria especialmente destinado à venda, por ocasião dos festejos juninos.

Foram presos os traficantes Laurito Lemos dos Santos, 49 anos, natural de Cabrobó/PE; José Edson Bezerra da Silva, 38, de Correntes/PE; Sandoval de Souza Farias, 31, de Orocó/PE; José Fabrício da Silva Júnior, 23, de Maceió/AL; Cristóvão Alves de Souza, 53, de Pavão/MG, e Ana Lécia Nascimento Pimentel, 21, de Tucano/BA. Os três primeiros possuem antecedentes criminais. O primeiro responde por tráfico de drogas no Estado da Paraíba e por tentativa de homicídio no Estado de Pernambuco. O segundo responde pelo crime de tráfico de drogas na Comarca de Lagarto/SE, e o terceiro responde por posse de cocaína na Bahia e posse ilegal de arma de fogo em Pernambuco.

O traficante José Edson, vulgo "Zé Pequeno", era procurado pela Polícia Federal desde o mês de maio deste ano, quando conseguiu se evadir de uma operação policial, também na cidade de Lagarto, oportunidade em que foram apreendidos 10 kg de maconha, além de um automóvel Fiat Uno, no Conjunto Jardins, na cidade de Nossa Senhora do Socorro/SE. Ademais, o traficante "Zé Pequeno" ainda possuía mandado de prisão preventiva em aberto, por tráfico de drogas, expedido pela Comarca de Lagarto. Com o aprofundamento das investigações foi possível desarticular toda a quadrilha responsável pela distribuição de grandes quantidades de drogas neste Estado, em especial na cidade de Lagarto e região metropolitana de Aracaju.

Os presos foram indiciados pelos crimes de tráfico interestadual de entorpecentes e associação para o tráfico, nos termos dos artigos 33, 35 e 40, V da Lei 11.343/2006, com penas previstas de até 35 anos de prisão, encontrando-se custodiado na Delegacia Plantonista, à disposição do juízo da Comarca de Lagarto.