Marisqueiras cadastradas para receber benefícios

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Socorro cadastrou cerca de 150 marisqueiras
Socorro cadastrou cerca de 150 marisqueiras

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/06/2013 às 11:37:00

Na noite da última quarta-feira, 26, a Secretaria de Assistência Social de Nossa Senhora do Socorro cadastrou cerca de 150 marisqueiras do bairro Taiçoca de Fora. O objetivo do cadastramento é de tentar solucionar o problema da escassez de mariscos nessa época do ano. Com isso, as pescadoras não tem como manter sua renda mensal. O encontro foi organizado pelo vereador Palhinha.
 "Algumas marisqueiras me procuraram para que a gente pudesse, de alguma forma, beneficiá-las durante o período de escassez dos mariscos. Falei com o prefeito e a secretária da Assistência Social e eles prontamente marcaram esse encontro para cadastrá-las. Já estou pedindo na Câmara uma indicação para que o executivo elabore
um projeto de lei e mande para apreciação. Desse modo, a ajuda poderá vir todos os anos no período de escassez", destacou Palhinha.
A secretária da Assistência Social, Sílvia Fontes, declarou que, até a próxima semana, as marisqueiras vão receber uma ajuda. "Vamos ajudá-las da melhor maneira possível", garante. A marisqueira Isaura da Silva agradeceu a atenção da Prefeitura. "Fui uma das marisqueiras que procurou Palhinha e a administração municipal para que pudesse de alguma forma ajudar a todas nós. É daqui que sobrevivemos, torço e muito para que a lei saia logo e que a gente possa receber ajuda no período de escassez dos mariscos", disse.