Defesa diz que Demóstenes quer ser julgado no plenário do Senado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/06/2012 às 15:54:00

Luciana Lima
Agência Brasil
 
Brasília - O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, que defende Demóstenes Torres (sem partido-GO), disse ontem que o senador quer ser julgado pelo plenário do Senado e, por isso, optou por não pedir o arquivamento do processo disciplinar no Conselho de Ética.
"O senador Demóstenes quer ir ao plenário. Não vamos pedir neste momento que arquivem [o processo]. Ele quer ser julgado pela totalidade do Senado Federal. Sendo o senador eleito de forma absolutamente consagradora e enfrentando campanha insidiosa, ele entende que deve ir ao plenário. A defesa técnica pede que encaminhe ao plenário para que na totalidade de 80 senadores em se decida sobre sua sorte", disse Almeida Castro.
Demóstenes não compareceu à reunião do conselho destinada à leitura e votação do parecer do senador Humberto Costa (PT-PE), relator do processo. "Quero falar da perplexidade que assomou a defesa quando o relator determinou que terminasse a instrução, e que já estava satisfeito. A defesa não tinha se manifestado.