Jackson recebe João Daniel e dirigentes do MST

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O governador em exercício Jackson Barreto com dirigentes do MST
O governador em exercício Jackson Barreto com dirigentes do MST

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/07/2013 às 03:16:00

Uma extensa pauta abordando diversos aspectos da estrutura dos assentamentos, aperfeiçoamento de ações governamentais e dinamização de ações produtivas em benefício da agricultura familiar. Essa foi a temática de uma ampla reunião onde o governador em exercício Jackson Barreto ouviu reivindicações e debateu diversas iniciativas com o deputado estadual João Daniel Somariva e dirigentes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). A reunião prolongou-se até as 21h30 da quarta-feira, 10, no Palácio dos Despachos.
"Recebemos essa representação do MST com uma pauta de reivindicações extensa, composta por mais de 20 itens, cumprindo o seu papel de reivindicar aquilo que o Governo do Estado puder ajudar no sentido de fortalecer os assentamentos e buscar recursos junto ao Governo Federal para, de forma pacífica, resolver a situação de diversos acampamentos existentes em Sergipe", descreveu o governador em exercício, ao término da reunião.

Ainda conforme o governador em exercício, também esteve no foco das discussões a necessidade de melhorar a infraestrutura dos assentamentos, solucionando questões como a necessidades de beneficiar as escolas existentes, implantação de novas unidades de ensino e cursos de formação para os jovens trabalhadores rurais. "O movimento também demonstrou preocupação com a dinamização de agroindústrias que estimulem as cadeias produtivas no campo, com questões relativas ao meio ambiente e, sobretudo, com o fortalecimento dos assentamentos já existentes, dotando-os de estruturas capazes de oferecer sustentabilidade a todas as atividades desenvolvidas", complementou Jackson Barreto.

Destaque Nacional - A atuação destacada do MST em Sergipe, segundo o governador em exercício, faz do trabalho realizado em Sergipe referência, já que há uma diferença muito grande da forma de atuação existente aqui do que é constatado em outras regiões do país. "Aqui vemos o MST produzindo, organizado, e dando uma nova face à produção da agricultura familiar. O papel do Estado é dar a sua contribuição, afinal de contas, se ampliamos o apoio técnico para fortalecer os assentamentos, estamos fortalecendo a agricultura familiar que hoje é um dos eixos mais importantes que temos na formação da nossa economia, demandando um grande efetivo de mão de obra", ponderou Jackson Barreto.

Avanço Importante - O deputado João Daniel avaliou a reunião como muito produtiva já que o governador em exercício buscou dar encaminhamento imediato a diversas questões apresentadas. "Trouxemos uma extensa pauta que pôde ser debatida e discutida com o governador em exercício, criando uma agenda no sentido de buscar soluções para problemas novos e antigos que dependem de uma boa discussão entre o Governo do Estado e os movimentos sociais. Foi um encontro muito produtivo e, com certeza, gerará frutos para o Movimento Sem-Terra, para o Governo do Estado e para o povo de Sergipe", sintetizou o parlamentar.

Já o dirigente nacional do MST e coordenador em Sergipe, Gileno Damasceno destacou a importância de um encontro que pode ser considerado histórico para o movimento. "Foi fundamental, já que depois de cerca de seis anos tivemos uma audiência de fato com o governador do Estado em exercício para sentar e expor uma pauta que possui pontos já antigos e fundamentais para o fortalecimento da reforma agrária em Sergipe e do MST", avaliou o dirigente. "Conseguimos adiantar uma pauta que viemos trabalhando há muito tempo e acreditamos que muita coisa vai avançar, como sinalizou o governador", completou Damasceno.