Acidente da Aruana: polícia vai indiciar Ruy Pithon

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/07/2013 às 11:54:00

A Polícia Civil vai indicar o bancário Ruy Pithon Neto, 26 anos, por crime de triplo homicídio culposo (sem intenção de matar). Ele é apontado como responsável pelo acidente de trânsito ocorrido em 9 de junho deste ano na Rodovia José Sarney, na Aruana (zona de expansão), quando três ocupantes de um veículo morreram. Ontem, foi divulgado o laudo da perícia feita pelo Instituto de Criminalística nos dois veículos envolvidos na tragédia.
O laudo apontou que a Mitsubishi Pajero dirigida por Ruy estava em alta velocidade e invadiu a pista contrária na hora do acidente, quando estava a caminho do Mosqueiro. Ainda conforme a perícia, o choque frontal da Pajero com o Ford Fiesta das vítimas, dirigido por Viviane Machado Pascoalico, 22, aconteceu quando o condutor tentava voltar para a mão correta. A conclusão foi tirada a partir da posição em que os dois veículos ficaram no momento do acidente.
O laudo deve ser agora anexado ao inquérito policial, que poderá ser concluído na próxima semana. O delegado Paulo Ferreira, da Delegacia Especial de Delitos de Trânsito (DEDT) deve ouvir nesta segunda-feira o depoimento de Ruy Pithon, pois na primeira apresentação, em 17 de junho, ele foi orientado por seu advogado a permanecer em silêncio - a alegação da defesa é de que ele ainda não estava em condições plenas de saúde, pois saiu igualmente ferido do choque. Após a conclusão do inquérito, o caso será entregue à Justiça.