REIVINDICAÇÕES

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 23/07/2013 às 22:59:00

A Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames), através de representantes de várias cidades do interior sergipano, participará de uma reunião com o Ministério da Integração Nacional, no próximo dia 29 de julho. Os prefeitos e secretários de municípios como Frei Paulo, Poço Redondo, Porto da Folha, Canindé do São Francisco, Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora de Lurdes, além do presidente, Tonhão, e do vice-presidente da Fames, Heleno Silva, elaboraram um documento com as principais reivindicações que serão apresentadas no encontro.

Entre os pleitos, o repasse direto dos recursos enviados pelo Ministério, sem a intervenção do Governo do Estado. Além disso, a construção de barragens e a compra de ração animal. O grupo também solicita um maior gerenciamento do órgão quanto à aplicação e destinação das verbas, pois denuncia uma deficiência por parte do Estado. O vice-presidente da Fames se preocupa com as obras de irrigação e das adutoras, assim como com a falta de atenção dos municípios com as obras relacionadas ao saneamento básico.

O encontro também vai chamar atenção para a situação grave de falta de estrutura para enfrentar a seca, e pede apoio aos bancos, como o do Nordeste, o do Brasil, e o Banese, este último sendo citado como o que menos apoia as ações. Os prefeitos também reclamam do total comprometimento do Fundo de Participação dos Municípios com as dívidas do INSS, o que os deixam em uma situação ainda mais complicada para cobrir os gastos.

Segundo o relatório de reivindicações, a produção de milho de alguns municípios está comprometida, e o índice pluviométrico caiu bastante, por isso, essas serão outras pautas para serem discutidas com o Ministério. Eles também solicitam mais depósitos para acomodação da produção, que muitas vezes acaba prejudicada pela falta de espaço, e denunciam que a o programa "Hora Máquina" não está atendendo adequadamente a demanda.

A Conab é alvo de muitas cobranças. Os prefeitos e secretários municipais alertam que faltam escritórios e material humano no órgão, e pedem a continuação do programa do milho. Além disso, informam que milhares de famílias não estão cadastrados, e solicitam que a Conab também forneça soja para os produtores rurais do Estado. Como se vê, são muitas as reclamações dos prefeitos, e todas estão ao alcance do Ministério. O que se espera é alguma posição que tente mudar essa realidade.

REFLORESTAR I
Hoje (24), às 14h, haverá um ato simbólico para reflorestar a área desmatada das margens do Rio Japaratuba, no Povoado Aguilhadas, em Pirambu. A ação será promovida pelo mandato popular da deputada estadual Ana Lúcia (PT), juntamente com militantes ambientais e a juventude da localidade. A atividade surgiu em decorrência de diversos problemas e impactos ambientais ocorridos no rio Japaratuba gerados pela obstrução do rio. Os pescadores da região tem encontrado dificuldade no exercício da pesca, entre as consequências da obstrução do rio se deu a mudança da foz ocasionando o avanço do mar para a cidade, derrubando casas, restaurante e parte da pista.

REFLORESTAR II
O desmatamento do manguezal ocorrido nos últimos anos na região da Fazenda Pedra contribuiu para o assoreamento do rio Japaratuba. Além disso, o assoreamento pode ser atribuído à devastação da mata ciliar para o plantio da cana de açúcar e ao uso indevido de suas águas para a irrigação dos canaviais da região. Outro dano ao rio tem sido a poluição causada pelo despejo do esgotamento de usinas, destilarias e outras fontes no local. Diante desse cenário o mandato conseguiu junto a Codevasf cerca de 500 mudas com espécies da Mata Atlântica para o reflorestamento em um trecho da fazenda Pedra, entre os tipos estão: o Pau-Brasil, Pindaíba, Pau-Ferro e outros.

OBRA RETOMADA
A obra da Praça do Povoado Mangabeira, no município de Itabaiana. Dentro em breve a reforma será entregue à população, graças ao empenho da Prefeitura, que busca priorizar as ações que vão levar maiores benefícios ao povo da cidade.

CONFERÊNCIA
A Secretaria Municipal de Assistência Social e o Conselho Municipal de Assistência Social realizam a VI Conferência Municipal de Assistência Social na próxima quinta-feira, dia 25 de julho, no Rio Branco Esporte Clube. A Conferência, que acontece às 8h, tem como tema "A Gestão e o Financiamento na efetivação do SUAS". O kit contendo crachá, camisa, programação, minuta de regimento interno e ficha de avaliação, será distribuído para todos os participantes. A Conferência é uma iniciativa do poder público para criar um espaço de discussão, onde serão debatidas e avaliadas coletivamente políticas públicas, fortalecendo a participação social.